Dezembro 14, 2018, 10:14:44 pm

Servidor Falcon

  Servidor Offline
  IVC Online

Discord Server

Servidor TS

Mapa


Autor Tópico: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2  (Lida 44346 vezes)

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Online: Abril 14, 2008, 03:41:54 pm »
  São tantos modelos diferentes de aviões no IL-2 que da pra ficar uma vida inteira estudando as diferentes técnicas de pilotagem para cada um. Quero propor com esse tópico uma "troca de figurinhas" sobre os vários modelos existentes no IL-2, mas não as fichas técnicas de cada aeronava e sim como cada um voa determinado avião.  Quem não pegou um avião pela primeira vez e odiou voar nele, primeiramente por não saber como pilotar aquele modelo.... :huh: ^_^...eu fiz isso muito, mas depois de ler um pouco sobre o assunto , aprendi que cada avião tem sua forma "correta" de usar...sabendo disso, o voo fica muito mais prazeroso, mesmo sendo com aquela baleia do Migg ^_^.  Eu particularmente adoro voar com o Bf 109, mas sempre apanhei dele :ph34r:, fuçando a net, achei vários posts de como pilotar os vários modelos presentes no IL-2, em especial do Bf 109 e suas variantes, incluindo um resumo que na verdade é uma aula sobre o 109.
  Por isso resolvi abrir este tópico, começarei com o Bf 109 e posteriormente postarei sobre o P40 o Mc200 e o Spit Mk V.
  Este post foi retirado do fórum da RS (Rogue Esquadron) e leva em consideração o server "skies of valour" onde essas técnicas foram testadas e aprovadas.

 Postado por FAUCON em 31 de dezembro de 2007; traduzido por =FN=Montoro abril 2008.


Segue a forma com eu uso o 109, e minha opinião sobre o avião (podem concordar comigo ou não). Explicarei as regras gerais que eu uso.
Como saber se vc é um bom piloto de 109?  Voe com um G6, dos primeiros (sem o Mk108). Se vc conseguir RTB (return to base) a salvo e ainda abater alguém, vc é um bom piloto de 109.
Existem duas maneiras de se usar um caça no IL-2:
1.   Apenas DOGFIGHT, sem se preocupar em morrer, apenas se divertindo.
2.   Apenas voando pra se manter inteiro, sem se preocupar em acumular “kills”.  Se divertindo tb, mas precisa de bastante paciência.
Claro que é melhor ser um bom piloto de dogfight, mesmo sendo um “piloto de sobrevivência”, porque, mesmo sendo um piloto muito cuidadoso, os dogfights são aleatórios, qualquer um pode ser surpreendido e terá de lutar para sobreviver.

Vamos começar a nossa estória:
O 109 é um caçador. Requer um alto nível de habilidade do piloto para ser usado corretamente.  Isso depende da versão em questão.  Por um lado temos os 109 G2 e F, mais fáceis de voar, por outro lado temos o G6, o mais difícil deles, especialmente as primeiras versões. Você não precisa ser um Ás para voar o G2, já com o G6 a estória é outra. Um grande desafio é voar o K4, os caças aliados de 44-45 são muito perigosos.

ENGAJAMENTO
No geral, em baixa velocidade (abaixo de 300 km/h), o 109 vira bem ou razoavelmente bem (os mais ágeis: F e G2). Do meio: E, G10 e G14. O pior: G6 (todas as variantes) e o K4. Em velocidade media (de 300 a 450 km/h) vira muito bem, tão bem quanto um spit, mas o 109 perde energia mais rápido que o spit, portanto numa curva longa, cuidado. Em alta velocidade (acima de 500 km/h) os controles ficam lerdos, vc não vira mais que ninguém no jogo.
Não se esqueça, flaps na posição de combate, ajuda muito.

MOTOR
O 109 é apenas um grande e potente motor, com pequenas asas, um canhão no nariz e um piloto preso no meio disso tudo... Um avião rápido, com excelente razão de subida (os melhores sendo o G2, G6/AS, G10, G14, K4B4 e o K4C3).

TATICAS
Se o inimigo for um I153, Hurricane, Spitfire, Mustang ou um IL-2, a melhor regra seria: mantenha sua velocidade alta, nunca entre num combate de curves a baixa velocidade (a não ser que seja absolutamente necessário).
Por que não virar nem contra um P-47?
Simples: você pode engajar 1 ou 2 adversários sem problemas, mas e se outro cara, que vc não viu chegar por trás e te surpreender? Ninguém consegue entrar num combate de curvas e checar as 6 ao mesmo tempo.

CHECK LIST 1 vs 1
Combate de curvas:
O 109 vira bem, algumas variantes viram muito bem.  Com um G2 vc pode virar sem problemas contra Yaks, Lagg 3 e P-47. Contra Spitfire, La 5, P 39, P40, às vezes vc vira mais que eles, às vezes eles viram mais que vc, depende literalmente dos pilotos!  Mas lembre-se, combate de curvas é extremamente perigoso, mesmo sendo melhor que seu adversário, vc pode sempre ser surpreendido por outro.
=>ESQUEÇA engajamentos a baixa velocidade, a não ser extremamente necessário. Se vc mantiver a velocidade acima de 350 km/h, esta em boas mãos (fica mais fácil fugir quando se tem velocidade).
Engajamentos de energia ou verticais.
O 109 foi projetado para esse tipo de combate. Combate vertical é um combate de energia, mas vc esta mais próximo do inimigo do que B&Z (boom e zoom).
=> a melhor tática para o 109.
B&Z. Em alta velocidade, o 109 mantém sua energia como um Fw, se não melhor, o único problema é a maneabilidade. Antecipe o que seu oponente vai fazer, para onde seu alvo esta indo, use flap na posição de combate, cheque sua velocidade num mergulho longo, o 109 não é o 190!  B&Z com o 109 é muito seguro, mas difícil de acertar alguma coisa.

CHECK LIST VÁRIOS vs VÁRIOS
A não ser que vc esteja voando com ala (me refiro aqui aos pilotos voando sozinhos ou sem comunicação verbal), para qualquer piloto, combate de curvas e combate vertical são perigosos.  O mesmo não acontece com B&Z, pq vc tem muita energia, e se vc checar as 6 corretamente, vc pode facilmente escapar do perigo.  Mas já sabemos que B&Z não é muito eficiente (difícil de controlar, difícil de mirar se o inimigo perceber vc chegando).  Portanto todo o trabalho deve ser feito com seus olhos e seu cérebro.  Observe o combate, quantos aviões, amigos ou não, suas vantagens... só então vc deve decidir como engajar: se seus companheiros  estão em numero inferior, vc pode sobreviver mantendo sua velocidade alta, tentando surpreender alguém e checando a sua 6 para não ser surpreendido, mas vc  vai precisar fugir, ou vc pode escolher morrer com seus amigos. De qualquer maneira, mantenha sua velocidade alta, ache um alvo fácil e voe para ficar em uma boa posição de tiro para abater o alvo. LEMBRE-SE, vc pode ser surpreendido em qualquer lugar e a qualquer momento, essa é a regra mais importante!

Sobre as variantes:
•   O melhor 109E é o E4: mais manobrável, mais leve, melhor razão de subida.
•   109 F: F4 é um pouco mais veloz que o F2, o F2 é mais leve que o F4, portanto um pouco mais manobrável e com uma razão de subida melhor.
•   109 G2: boa velocidade, boa maneabilidade, boa razão de subida: o mais fácil de pilotar e o mais letal dos Bf 109.
•   109 G6: pesado, um pouco mais lento que o G2 (em baixas altitudes, apenas alguns km/h, mas a altas altitudes o G6 é 30 km/h mais lento que o G2).
•   109 G6/AS: muito veloz (o mais veloz dos 109, perdendo somente para o K4C3 em baixa altitude), ótima razão de subida, mas muito pesado para combate de curvas.
•   109 G10 e G14: velozes (30 km/h menos que o G6/AS e o K4), ótima razão de subida, vira bem.
•   K4B4: muito veloz, mas pesado.
•   K4C3: um pouco mais leve que o B4, mas mais lento em alta altitude.


Tática de dogfight.
Combate vertical: com o inimigo na minha 6, mas longe o bastante para não poder disparar, se eu tiver energia, eu LENTAMENTE (<= muito importante!!!) levanto o nariz para iniciar uma subida na vertical (aceleração total, radiador fechado!), subo, subo, subo, prestando atenção nele, que normalmente me segue, inverto e inicio um mergulho e disparo. Parece simples, mas só parece:
•   Quando vc sobe, vc se torna um alvo fácil!
•   Se vc não tiver energia suficiente, o inimigo vai te alcançar e te acertar durante a subida vertical!
•   O objetivo desta tática é abater seu oponente quando ele esta sem energia (abaixo de 100 km/h) porque ele não tem energia nem momento suficiente para manobrar e escapar do tiro. O difícil esta em saber quando mergulhar para atacar.

** se precisar voar muito rápido, feche os radiadores!

Sobre o MW50:
Presente apenas nas 5 ultimas versões do 109 (G6/AS ate o K4C3).
ATIVAR ABAIXO DE ½ DA POTENCIA ou antes de decolar, se vc ativar acima de 50% do motor o motor pifa!!! Ativa automático acima de 100% do motor. Dá um boost extra, como um afterburner, mas cuidado com o consumo de combustível e a temperatura do motor.

Outra tática simples de sobrevivência, funciona bem contra os Russos e o P39, eficiente contra Spitfire e P40, mas não funciona de jeito nenhum contra os caças americanos e o Tempest..... Vc já sabe do que estou falando: mergulhar. Não se esqueça , vc precisa estar alto para atingir a velocidade máxima do 109. Não da pra fugir de um La5 em um G6 mergulhando de 1000m!!!

Velocidade Máxima de Mergulho:
•   109E – 750 km/h (780 km/h para o E7/Z).
•   109F e G2 - 800 km/h
•   109G - 850 km/h
•   109K - 880 km/h
Já ouvi dizer o seguinte: com um 109, vc só abate alguém se alguém cometer um erro. Isso não é verdade, pode se dizer isso de qualquer avião, mas claro que é mais fácil abater alguém voando um FW190, um Tempest ou um Ki84c!

Outra regra importante: conheça seu adversário!!!
•   Aviões “vermelhos” que tem uma boa razão de subida em qualquer velocidade, ou seja, muito perigoso para o 109: La5/7, Yak3, Spitfire MkVIII e MkIX.
Outros:
•   P51D: é como o FW 190. em baixa velocidade o 109 é melhor, acima de 350 km/h o P51 se torna perigoso, vira bem e tem uma boa razão de subida. Acima de 500 km/h o Mustang com certeza é superior ao 109.
•   Tempest: muito perigoso. As mesmas características do P51 mas mais manobrável e um PUTA armamento!!! O melhor e não ter um desses atrás de vc.
Contra esses dois caças vermelhos, há duas maneiras de vencê-los:
1.   Dogfight abaixo de 400 km/h,
2.   tendo vantagem sobre eles, combate vertical.
•   P39: não é um caça perigoso na maioria das vezes....mas nas mãos de um piloto experiente, o Cobra se torna um alvo muito difícil de acertar, vira muito bem e tem excelente razão de subida.
•   Yaks: é o 109 Russo, dependendo da variante, ele pode ou não, virar mais ou correr mais que o 109.
1.   Yak1: grande e lento, não e mais veloz e nem vira mais que o 109F.
2.   Yak1b, Yak9 e Yak 9D são bons nos cenários de 42 e 43, porem o G2 leva vantagem na velocidade e razão de subida.
3.   Yak9U: pesado mas veloz, com ótima razão de subida, como o G6/AS. O G10 e G14 viram mais que ele. (não sei dos outros yak 9 pq não uso eles).
•   Lagg3: a serie 4 é grande e lenta, o 109E e F são superiores. As outras variantes são boas, mas um pouco pesadas.
•   Migg 3: pesado, portanto má maneabilidade, mas com seu motor potente, é mais veloz que o 109E e F, especialmente em alta altitude.
•   I153: vira mais que um Zeke, e é muito perigoso no combate vertical se vc não manejar bem sua energia, e ele tem um dano exagerado no jogo.
•   I16: as mesmas características do I153, mas o I16 é mais veloz, menos manobrável (vira mais q um 109, claro, mas não vira muito bem a baixas velocidades).
•   P40: o 109 é sem dúvida superior em combate vertical (especialmente o 109F e o G2). Em boas mãos o P40 é um adversário perigoso no combate de curvas e B&Z.
•   P47: A scania, rs. Em baixa altitude o P47 não vira mais nem é mais rápido que o 109 (com exceção do G6, o G10 e G14 tem a mesma velocidade)...mas em alta altitude, é muito perigoso no B&Z.
•   P38: provavelmente o caça menos perigoso. O 109 vira mais em qualquer velocidade (isso se o Lightning não usar o freio aerodinâmico em alta velocidade). Com relação à velocidade, isso depende das variantes: G6 não alcança o P38J, G6/AS é capaz de alcançar o P38L. A razão de subida é igual para os dois, mas o 109 devora o P38 em baixa velocidade.

RESUMO DAS REGRAS
•   Mantenha sua velocidade alta. Se vc precisar virar, significa que vc provavelmente cometeu um erro.
•   Mantenha seus olhos bem abertos a todo instante. O maior perigo é ser pego de surpresa.
•   O mais importante não são as táticas de dogfight ou de B&Z, o mais importante é seu CONHECIMENTO DA SITUAÇÃO (situation awarness).
•   Seje esperto, não um herói, ser esperto não quer dizer acertar paraquedas.
•   Conheça o avião do seu oponente, seus pontos fortes e pontos fracos e explore os pontos fracos.

Comparado com o FW 190:
A velocidade maxima depende da variante. O G2 é tão veloz quanto o FW A4. O G6 é mais lento que o FW A5 e A6. o G6/AS é mais veloz que o A8. o K4 é tão rápido quanto o FW D9.
Com relação à maneabilidade, ambos viram bem entre 350 km/h e 450 km/h. A baixa velocidade o 109 é melhor, em alta velocidade o 190 é melhor.
Razão de subida: o 109 é melhor que o FW 190 A e tão bom quanto o 190 D9.
Aceleração: : o 109 é melhor que o FW 190 A, o mesmo que o FW 190 D. isso da ao 109 uma boa vantagem num dogfight.
Duas conhecidas vantagens do FW 190 : armamento e blindagem.

Da minha experiência com o 109 (basicamente o E, G2, e um pouco do G6 e do K) nos mapas do inicio da guerra em especial, a maior vantagem do 109 é sua razão de subida.  Suba o mais rápido que puder, uns 3000m ou mais (especialmente se o pessoal da RS estiver voando tb).  Desta posição privilegiada vc poderá engajar os inimigos nos seus termos. O engajamento na vertical é o ponto forte do 109.

•   O G2 e provavelmente a melhor versão do Bf 109 para o tipo de engajamento on-line.  Vira um pouco menos que a versão F, mas é mais potente e mais veloz.
•   Por um lado, o poder do canhão de 30mm é bom, eu particularmente não gosto do peso extra e da munição limitada, mas é uma opção interessante.  O mesmo vale para os 131, por um lado aumenta o poder de fogo consideravelmente, mas tem RoF (rate of fire) muito baixo, é muito pesado e tem munição limitada, não funciona bem com a forma que eu piloto o 109.
•   Nunca use o G6 a não ser que vc queira o 30mm ou tem certeza que vai voar acima de 4000m. É mais pesado mas tem mais potencia, que é importante para vôo em alta altitude.
•   Ao decolar, feche o radiador, seu dafault e auto, ou seja, vai abrir gradativamente quando seu motor esquentar e isso diminui sua velocidade. Eu subo o mais que posso, e quando o motor esquenta, reduzo pra 95% e abro o radiador na posição 4 ate esfriar, depois retorno para a posição 2.
•   Ao fugir de um inimigo não se esqueça de fechar o radiador!

Pontos fortes de todos os 109
•   É mais fácil mirar, pos todas as armas estão alinhadas e a mira esta deslocada no painel, o que permite alguns tiros de deflexão calculados, ao invés de atirar as cegas ou usar a FORÇA!
•   Vc tem muita munição para metralhadoras (nos modelos sem a 131), use as metralhadoras para rajadas e para ajudar a mirar o canhão.
•   Vc tem contador de munição.
•   Excelente razão de subida, no geral, ate a parte final da guerra.
•   Excelente desempenho em alta altitude ate a parte final da guerra.
•   Os modelos leves (F2/4 e o G2) conseguem virar junto com os Spits contemporâneos no combate de “facas” (combate em curvas, lento, combate de tesouras) ate no deck, se vc usar os flaps nas curvas iniciais apenas, a não ser que esteja pra estolar, ao perder velocidade, abaixe os flaps, combate, ate precisar ganhar velocidade de novo.
•   Excelente caça para combates verticais
•   Se estiver com problemas, mergulhe sem medo. A maioria dos outros aviões tem velocidade máxima inferior ao 109, ou seja, se o avião não despedaçar, os controles vão travar, e o 109 enquanto duros, os controles ainda respondem mesmo que lentamente.  Se vc tiver fácil acesso aos controles de TRIM do elevador, use o trim para nivelar depois do mergulho (os pilotos alemães usavam essa técnica durante a guerra, toda a seção traseira do elevador se move para trim).
NOTA: Spits travam completamente em mergulhos extensos, se vc conseguir fazer com que um mergulhe com vc, ele provavelmente vai para no solo, ou desistir do mergulho no meio do caminho lhe dando a chance de e fugir em outra direção enquanto ele nivela do mergulho.  Use e abuse dessa técnica com os P38, eles perdem os controles acima de 700km/h, e mesmo o P38L q tem freio aerodinâmico, reduz muito sua velocidade quando ativado, permitindo q vc escape.

Combate de facas:
Use os segundos extras de sustentação dos flaps e tente fazer com que seu inimigo estole, ai é só atirar.  Isso é um pouco perigoso com os Spit pois eles se sustentam bem, mas quando estolam é quase irrecuperável.  Essa tática é ótima contra aviões pesados como o P47 e o P40 e os caças de menor potencia.

Ultimas perolas
•   Aprenda a lutar na vertical e combate de energia, pois o 109 foi feito para esse tipo de combate.
•   Como disse Eric Hartmann, e isso vale para todos os caças:
Veja – Decida – Ataque – Fuja.  Observe o inimigo, decida como proceder com o ataque, ataque, desengaje e re-avalie a situação.  Hartmann uma vez descreveu o dogfight como “perde de tempo”.

Nas primeiras versões do 109 vc só precisa estar a 300km/h para fazer um loop, se vc manteve sua distancia e sua velocidade alta, é muito fácil fazer a volta, no limite do estol (vc vai chegar muito perto de estolar iniciando a manobra a 300km/h), e descer atrás do inimigo, que se tentar te seguir, 90% das vezes vão estolar.

Eu costumo voar no SOV (skies of valour) sem uso de vistas externas nem de ícones, eu criei minhas regras de engajamento:
1.   Observe: aonde esta o inimigo, quantos são, se estão ocupados ou não.
2.   Decida: atacar com muita velocidade, ou me afastar para ganhar altitude, se o inimigo esta acima de vc.
3.   Corra: depois da sua ação, fuja com a velocidade adquirida no mergulho.
4.   Prepare par um novo ataque.
É muito parecida com a tática de Eric Hartmann (olhe, decida, ataque, fuja) mas adaptada para dogfight on-line.

O maior problema nas salas de dogfight é que o inimigo pode vir de qualquer lugar a qualquer hora, portanto para correr menos risco possível, vc tem que:
•   Checar o céu cuidadosamente quando estiver voando
•   Manter velocidade alta durante todo o vôo
•   Nunca subir durante um combate, porque vc se torna muito vulnerável.
Portanto, durante o vôo, seja cuidadoso. Ataque com um relâmpago, seja rápido e desapareça.  Se vc respeitar essas regras, vc vai ter 5% de chance de ser abatido, a não ser na hora do pouso, cuidado com os abutres.....
Essas regras são para pilotos voando sozinhos, em especial para aqueles pilotos que não usam vistas externas e ícones.

Finalmentes
Se vc gosta de dogfight, combate de curvas, vc pode fazer isso com o 109, mas lembre-se: não faça curvas longas fechadas, use o tonel, barril, e tesouras e use seus flaps. Muito cuidado com as curvas longas, ate mesmo um P51 pode te acertar se vc fizer isso.
No B&Z, para ter mais maneabilidade vc pode:
1.   diminuir a potencia do motor: vai demorar mais para atingir a velocidade máxima mas seu inimigo não vai escutar vc chegando.
2.   abra os radiadores: vai diminuir sua velocidade um pouco
3.   flaps na posição de combate: aumentam sua maneabilidade.

Para ter certeza do KILL, obedeça a essas 3 regras, alcance seu alvo a 500-550km/h. Se preferir manter sua vantagem de energia o mais que possível, potencia total do motor, radiadores fechados, flaps suspensos, alcance seu alvo a 700-800km/h para poder subir bem alto após o ataque, mas vc vai entender pq o 109 não é um bom caça para B&Z!!!
Sempre mantenha sua velocidade alta numa luta de B&Z, combate vertical ou acertar e correr.
Quando um inimigo entrar na sua 6, se vc tiver bastante energia, use a razão de subida como vantagem, force ele a perder energia e mergulhe nele quando ele estiver para estolar. 
Se vc não tiver energia, torça para que seus companheiros de time lhe ajudem ou fuja se estiver sozinho.  Se tiver apenas um inimigo atrás de vc, vc pode escolher continuar fugindo ou engajar, mas se tiver vários deles, FUJA!!!
Quando mais de um inimigo me persegue, eu fujo. Quando há apenas um inimigo, eu o atraio para longe dos seus companheiros (2x1 não adianta) e pra longe dos meus companheiros tb, para evitar colisões e que roubem meu kill, e abato o inimigo em um duelo, o mais breve possível, claro... mas cuidado, é muito difícil, quase impossível atacar a toda velocidade alguns aviões como o Spitfire MkV, P36, I16 e o I153.







é isso aí galera, o post é grandinho mas esse texto me ajudou muito.... :ph34r:


« Última modificação: Setembro 18, 2012, 12:01:23 pm por =FN=Silent »


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Skyhawks

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 330
    • Ver Perfil
    • http://www.allinfonow.com/3027/
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #1 Online: Abril 16, 2008, 12:21:51 am »
muito bem montoro!!!!
fantastico post!!!
dicas fantasticas

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #2 Online: Abril 17, 2008, 01:15:48 pm »
Macchi C.200 "Saetta" (Lightning)
ja tentei voar esse avião algumas vezes, mas sempre me dava mal, na verdade, achava ele uma bela porcaria, toda vez que ele aparecia eu acabava pegando um Ju-87 e ia afundar navio, dava mais certo.......rs...mas depois de ler este post, passei a respeitar esse avião, e até consegui alguns kills com ele...hehehe
segue o post:


Caracteristicas Gerais:
  O Macchi C.200, apesar da sua forma estranha, um ótimo caça dos anos iniciais da Guerra. Esse avião mergulha muito bem, mas ATENÇAO! Num mergulho longo, diminua a potencia do motor ou vc corre o risco de estourar o motor…a velocidade maxima de mergulho do  C.200 é 1000km/h!!!! um pouquinho mais que isso e sua asa será arrancada. Da pra alcançar 850km/h ou mais e voar normalmente com poucas vibraçoes.
  É, como todo avião Macchi, muito robusto, mais pesado que outros caças contemporâneos, mas muito resistente. É muito estável em todas as condições, assim como na realidade. Pilotos de teste italianos e ate pilotos britânicos que pilotaram um avião capturado no norte da Africa, afirmam que o avião praticamente no tremia nem sacudia e era muito prazeroso de pilotar. Passava confiança para seus pilotos, podia voar no limite facilmente, ate por pilotos medianos.
Depôs de rolar, mesmo com força, o avião estabiliza imediatamente, e não quica como um Buffalo por exemplo.
O formato da asa é desenho de Ing. Castoldi.  É esbelto, para ter mais velocidade com o minimo de potencia, e tem um boa capacidade de carga nas asas para um aviao de 1938.
  Testes iniciais comprovaram que a asa era excelente para velocidade mas nao era muito eficiente para o combate, o aviao tem a tendencia de girar em curves muito fechadas.
   Ing. Stefanutti da Regia Aeronautica modificou o desenho e as series seguintes nao tiveram mais este problema. O C.200 serie 1 tem esse problema, mas no jogo so podemos voar o serie 3, hehehe…
O C.200, C.202 e o C.205 tinham um excelente coeficiente estrutural, chegando a suportar 16/17 G…
O avião sobe razoavelmente bem ate 4000 metros, acima de 4200 m, abaixa a mistura do motor para 80% ou o motor ira falhar.
Tem blindagem no assento, extintor de incendio e tanques auto-selantes, bem robusto.
Meu conselho com o C.200 – movimentos suaves com o joystick, nao curve forte nas primeiras passadas ( da pra fazer assim com um Fiat G.50).
  O motor não é potente o suficiente, tem 960 HP por alguns minutos  a 3000m, mas o aviao tem uma relacao peso potencia muito boa (0,40 HP/KG) dado tirado do Hardball's aircraft viewer.  Seu motor FIAT A.74 R C38 não tinha injeção eletrônica, portanto, puxar G`s negativos e voar invertido deve ser evitado.
  Todos os Macchi C.200,202 e o 205 tinha um trem de pouso grande se comparado com o 109 ou o Spit, decolar e pousar fica mais fácil no Macchi.
  A visibilidade da cabine é boa exceto a parte inferior das vistas laterais, ha um painel de plastico…(na realidade a cabeçao do piloto ficava acima desse painel). O ponto forte é a vista frontal, o piloto fica posicionado acima do motor, o que garante uma visão livre a sua frente. Há um bom espaço visual abaixo da sua mira, o que permite tiros de deflexão sem o uso da FORÇA....
  Velocidade: o Macchi C.200 é relativamente rapido, alcança facilmente 460 km/h no nivel do mar, é mais veloz que os Hurricanes 1 e 2 em baixa altitude por uma boa margem (50 km/h), nas mãos de um piloto experiente, pode ditar os termos do combate contra eles. Acima de 4000m sua performance cai muito, melhor usar a baixa altitude, onde ele pode encarar até os primeiros P40.
Descobri que posso fugir de P40 em baixa altitude com radiadores fechados, potencia total 110%, o motor não esquenta rápido. Ambos os caças tem provavelmente a mesma velocidade a 0m ASL. Bastante rápido em baixa altitude para um caça com apenas 840 hp.
  Agilidade: o C.200 é MUITO ágil, na minha opinião, um dos mais ágeis do jogo. Rola muito bem, vira muito bem, e pode fazer pequenos ajustes na direção com facilidade. Um avião acrobático! Vira tão bem como um Tomahawk e melhor que os Hurricanes. Contra estes dois inimigos vc tem duas opções:
     1.   contra Hurricanes: use sua velocidade superior pra fazer o que quiser, B&Z por exemplo. Prefiro sempre voar rápido e nunca engajar em um combate de curvas, sinceramente, não vejo a necessidade disso, mas se preferir, pode encarar um Hurricane num combate de curvas, tem as mesmas características nas curvas, lembre-se de usar flaps em combate, e se precisar fugir, aponte para um lado vazio do céu e despeje potencia. O melhor é usar combate de Energia, use o que vc tem de melhor, sua velocidade!
     2.   contra o P40 é diferente: o P40 é mais veloz em grandes altitudes, então a tática é atrair o P40 cada vez mais pra baixo e engajar em um combate de curvas ou combate de facas.  O C.200 acelera melhor que o P40, as características no inicio da virada são as mesmas, mas o C.200 é melhor nas curvas prolongadas, então atraia o P40 para um combate em baixa altitude e use sua melhor aceleração para mudar de posição no ar rapidamente. Contra B&Z, aqueles que não se deixam atrair para esse combate baixo, não lute com eles, vc não vai alcança-los...mas cuidado com a 6.
  A melhor velocidade seria acima de 340 km/h, nao voe abaixo disso, a 250 km/h vc pode estolar facilmente com uma curva forte.
  Armameto:é o grande problema desses aviões... são 2 metrallhadoras de 12,7 mm á sua frente com 300 balas cada, cadencia de tiro de 530 disparos/min.  Requer muita precisão com essas armas para abater alguém, precisa ser bom em tiro de deflexão. A melhor tática é a seguinte: regule sua convergência para 500 m ou mais, para que as balas não comecem a cair imediatamente após serem disparadas, e mire no inimigo da posição das 5 ou 7 horas, nunca pelas 6 (não vai fazer muito dano).  Atacando da posição 5 ou 7 horas vc pode facilmente incendiar ou matar o piloto, mas precisa ter uma mão firme para acertar. Não da pra acertar muitos tiros devido a baixa cadencia de tiros das metralhadoras, vc tem apenas alguns segundos com ele na mira, acerte o maximo que puder em uma passada e cuidado com sua 6, pois certamente algun companheiro dele já esta alinhando atrás de vc. Não fique atrás dele disparando a vontade, mesmo q vc não veja resultado ao acerta-lo. Preste atenção, tenha certeza que vc esta realmente acertando o alvo! Lembre-se, ataque das 5 ou 7 horas com defelxão e não espere um kill instantâneo. Descobri que vários caíram minutos depois que eu os acertei em cheio com uma passada. Não espere ver assas sendo cortadas ou explosões, apesar de balas incediarias terem sido usadas na guerra, o Oleg não as incluiu no jogo.

autor: Riccioman "Rickusty"





IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline Doug

  • Novato
  • *
  • Mensagens: 23
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #3 Online: Abril 19, 2008, 05:40:30 am »
Aeeee!!! Tá ficando excelente isso aki!!

Quanto ao completo dossiê sobre o BF-109, acho que agora todo mundo vai virar ace nesse avião!!!kkkkkkkkkk
« Última modificação: Abril 19, 2008, 05:42:35 am por =FN=Doug »





=FN=Doug
////// "chegue rápido, arrebente tudo, caia fora!" / "Brigue para voar, voe para brigar....brigue para vencer" //////

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #4 Online: Abril 19, 2008, 09:21:43 pm »
 segue a continuação sobre os Macchi:


Macchi C.202 "Folgore" (Lightning)

  Características gerais:
  O C.202é a evolução do C.200. as asas, rabo, flaps e muitos outros componentes eram os mesmos usados no C.200, mas sua fuselagem foi construída em função no novo motor DB 601 Aa da Daimler Benz de 1175 HP. O resultado foi um caça elegante, mais eficiente na aerodinâmica, com um coeficiente de penetração melhor, uma excelente carga nas asas, especialmente para seu tempo mas infelizmente armado como seu antecessor, com apenas duas metralhadoras.
  Podemos pilotar 3 versoes do Macchi C.202 Folglore no jogo: a série III, série VII e a série XII. Esse três tipos representam a evolução do avião, mas na realidade as diferenças são bem sutis entre elas.
  O Série III é a versão básica do C.202. armado com duas metralhadoras de 12.7mm no nariz, sincoronizadas com a hélice, com 370 balas por metralhadora.  Tem uma antena de radio menor que as outras versões, e deveria, em teoria, ser um pouco mais ágil e mais leve que os outro dois tipos antes dele, por não ter peso extra de armamento nas asas.  Deveria usar o motoer alemão Daimler Benz DB601 Aa ao invés do Alfa Romeo RA.1000 RC41, os 400 primeiros foram construídos como motor alemão, que dava uma diferença singela na performance, então duvido que o Oleg tenha incluído isso no jogo.
  Na verdade os 3 modelos parecem uma coisa só.
  O Série VII tem duas metralhadoras Breda SAFAT 7.7mm extras nas asas com 500 tiros cada. Mas de alguma forma, todas essas balas parecem inúteis no jogo!
  O Série XII conta com vidro blindado na frente do cockpit.
  O Macchi C.202 é um caça seguro, adequado para os cenários de 1941 – 1942 contra adversários contemporâneos. É bastante estável em vôo, um pouco menos que o C.200, bem fácil de controlar, um avião agradável de pilotar.  Rola muito bem, mesmo em alta velocidade, no fica muito lerdo. Mergulhe muito bem, característica explorada pelos pilotos italianos.  O avião é bem pesado com superfícies lisas, acelerava muito rápido em um mergulho, podendo atingir 950 km/h ( 50 a menos que o C.200).
  O C.202, e todos aviões Macchi, eram mais pesados que os outros caças, levavam muito mais tempo para serem construídos, eram muito bem acabados, o que não supria as necessidades de uma nação em guerra.      O impressionante desses aviões era sue acabamento, os pinos que prendem a fuselagem são rebaixados e nivelados, gerando uma superfície extremamente lisa, com muito pouca coisa criando arrasto ( seu desenhista Ing. Castoldi mantém ate hoje o record de velocidade para aviões aquáticos a hélice).
  Sobe muito bem, um pouco pior que o 109 E e F, por ser mais pesado, um pouco melhor que os Spits ( exceto do Spit V LF) e costuma ser melhor que todas as variantes do P40 até 4000m.
  É bem robusto com blindagem para o piloto, tanques auto-selantes, mas seu motor é bastante frágil. Se vc for atingido e seu motor começar a fumaçar preto, vc tem muito pouco tempo ate seu motor pegar fogo e vc explodir no ar, sem tempo de ejetar. Creio que o mesmo ocorra nos Bf 109.
  O motor, como já sabem, é o DB 601, com injeção de combustível, portanto capaz de qualquer acrobacia. A razão peso potencia é de 0.40 Hp/Kg.
  O supercharger é fixo e não requer ajustes.
  O C.202 é um bom avião em baixas e medias altitudes, ate 5000m, acima disso não funciona muito bem.
  A visibilidade é boa...especialmente para os lados, para trás deixa a desejar um pouco, para frente é boa. Um pouco diferente da realidade. O cockpit do C.205 é muito mais realista.  Por causa disso, sua mira (C.202)esta obstruída por um dos suportes do cockpit, a visibilidade não tão boa quanto no C.200.
Existe espelho retrovisor que cobre a parte superior da sua cauda, o que não ajuda muito...
  Há um contador de munição na parte inferior central do painel.
  Velocidade:
  O Macchi C.202 é bem veloz nos mapas de 1941 – 1942. Alcança 600 km/h a 5000m e 500 km/h no nível do mar, sendo bem mais rápido que o Hurricane, mais rápido que o P40 e o Spitfire V (inimigos mais comuns), mas em baixa altitude é um pouco mais lento que o Spitfire V LF.
  A melhor tática contra os Hurricane e os P40 é B&Z, vc é mais rápido e sobe melhor que eles. Não tente dogfight contra eles, seu avião provavelmente vira menos.
  Contra hurricanes e P40: use e abuse da sua melhor razão de subida e sua velocidade superior (30 km/h a mais que o P40 E e 40 km/h mais que o P40 C, e de 60 a 80 km/h mais rápido que o Hurricane IIb, dependendo da altitude). Mais importante que a velocidade, ao meu  ver é a razão de subida, uma vantagem importante que vc deve aprender a usar.
  Contra Spitfires: mais complicado, vc só pode contar com sua velocidade. O C.202 é mais rápido que o Spitfire Vb no nível do mar por 40 km/h, e 30 km/h a 5000m.  Use essa vantagem, mesmo que pequena, sabiamente. O Spitfire V L.F. é mais rápido 20 km/h ao nível do mar, mas acima de 2500m o C.202 é mais rápido, chegando a ser até 50 km/h mais veloz. Se vc estiver sendo atacado de cima, ou se estiver com problemas, mergulhe! É a melhor pedida com o C.202.
  Agilidade: no jogo, o C.202 é muito ágil, menos que o C.200 por ser mais pesado. Tem uma péssima razão de curva, provavelmente a pior dentre todos seus oponentes, Hurris, P40 e com certeza o Spit, mas é mais rápido e sobe melhor. 
  A maioria dos pilotos on-line usa o C.202 errado, engajando em dogfight a baixa altitude tentando virar mais que todos...a melhor tática com o C.202 é sempre B&Z...pode sim ser usado em dogfights contra o P40 E e M, nunca contra os primeiros P40, pois ambos tem uma razão de curva muito parecida, mas essa não é a melhor tática. O melhor é usar de sua velocidade superior e usar seu caça na vertical, tenha paciência, ache o alvo ideal, mergulhe e depois volte pra cima.
  O C.202 vira muito bem acima de 390/400 km/h ou mais, curvas instantâneas funcionam bem, talvez devido a suas assas esbeltas, sua pequena massa e sua forma. Como regra geral, vire 2 ou 3 vezes, mas não insista, ache um ponto para poder recuperar a velocidade perdida. Curva longas não são o forte do C.202, mas ele retém energia muito bem.
  Spitfires V são seu pior inimigo, vc consegue lidar com os P40 e Hurricanes, mas os Spits são oponentes difíceis de devem ser tratados com cuidado e requer uma certa habilidade do piloto. Os Spits tem duas vantagens, razão de curva e armamento, são bem parecidos em razão de subida mas o spit perde um pouco na velocidade.
  Armamento: não há muito o que dizer aqui, basicamente o mesmo do C.200, mas com uma 7.7mm adicional, que praticamente não serve pra nada. As vezes, gostaria de poder remove-las do avião, mas não tem como. Elas no maximo causam algum vazamento e nada mais....
  Mais uma coisa, com esses aviões, nunca entre H T H (head to head) com ninguém, pois obviamente vc vai ter um poder de fogo inferior e não vai causar quase nenhum dano!!!
  A maior diferença com relação ao C.200 é que vc tem mais munição, 370 por metralhadora comparada com os 300 de antes, e um contador de balas que acende uma luz vermelha abaixo de 100 para vc poder já pensar em como voltar pra casa...


autor: Riccioman "Rickusty"


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #5 Online: Abril 21, 2008, 03:16:39 pm »
 o cara que escreveu esse post simplesmente saca tudo de P40, conhece cada porca do avião....esse é outro avião que eu não conseguia voar direito e sempre acabava virando alvo de Zeros... :unsure:

escrito por bigdummy, dezembro 2007:

Curtiss P-40 Warhawk

  Uma coisa que aprendi nos vários anos que jogo IL2, é que quanto melhor vc conhecer um determinado avião, melhor vc vai se sair. Os modelos do IL2 são tão realistas que pequenas nuances nos vários tipos de aviões passam a ser descobertas e exploradas com o tempo.  Na maioria das vezes, os melhores pilotos são aqueles que conhecem muito bem suas maquinas.
  Mas com as mudanças de cenário on-line não podemos sempre voar o nosso avião preferido, por isso acho legal a idéia de compartilhar alguns nossos “segredos” sobre cada avião...
  Meu favorito é o P40, vôo com ele desde que saiu o IL2. Atualmente eu tenho o maior numero de kills no Server (SOV) com o P40M e o H81 e estou entre os 10 melhores com qualquer variante do P40. Quero compartilhar um pouco do que sei na esperança de que outros compartilhem seus segredos com outros modelos...

  P40 Linhas Gerais
  O P40 tem uma má reputação em vários livros de aviação devido a seu motor ser anêmico acima de 16000 pés, por isso não foi usado no norte de Europa. Mas no IL2 a maioria dos engajamentos acontece à baixa altitude, como de fato era nos cenários que o P40 atuou durante a Guerra. No jogo, o P40 é um ótimo caça se vc souber como usa-lo...
  Combustível
  O P40 leva muito combustível, comparado com o Spit, Me 109 ou Yak 1. Como no jogo as bases não estão muito distantes, vc não precisa sair com o tanque cheio. Historicamente vc gastaria metade do seu combustível para chegar ao seu objetivo, mas on-line, nunca decole com um P40 com mais que 25% de combustível, a não ser uma Co-Op longa que vc sabe que vai precisar.  Com 25% ele maneja melhor e tem menos probabilidade de rodar, e é suficiente, nunca fiquei sem gás a não ser que tenha um furo nos tanques.
  Motor:
  Vc pode voar com o motor a 98% o dia todo. Não tem Boost, mas da pra voar a 110% por 5 a 10 minutos. Conserve isso, não voe no Maximo para ter reserva quando precisar. O bom é que o motor resfria rápido, geralmente em alguns segundos voando a 80% quando aquece. Eu manejo meu motor diminuindo a potencia quando eu não preciso, por exemplo, num mergulho invertido.
  Flaps:
  Use posição de combate para subir, e para os primeiros segundos de todas a suas curvas. Isso vai melhorar muito sua razão de curva nos momentos iniciais. Em momentos críticos use take off ou ate mesmo landing por alguns instantes, mas cuidado, os flaps podem travar se vc estiver muito rápido, como regra, mais que a posição de combate é uma má idéia. A melhor forma de empregar os flaps são nos primeiros momentos da curva, no P40 os flaps diminuem dramaticamente a velocidade, portanto suba os flaps ao nivelar da curva para preservar sua energia.
  Altitude:
  O calcanhar de Aquiles do P40 é sua razão de subida e seu maior trunfo é o mergulho. Demora para ganhar altitude, portanto use flaps não posição de combate para subir, mas não deixe a velocidade cair abaixo de 200 km/h, o P40 é muito lerdo quando devagar. Como regra geral, não entre em engajamentos abaixo de 1000m a não ser que vc tenha a vantagem e não haja outros inimigos por perto.  Se vc for pego por um avião mais alto que vc, não entre em pânico nem tente ganhar altitude, mantenha sua velocidade acima de 240 km/h. Use o split-S. É muito melhor pra vc mergulhar com um split-S que lhe dara poder para manobrar e mudar de direção com sua excelente taxa de rolamento e fugir usando sua razão de curva superior... vc pode também subir com a energia adquirida depois do mergulho. Usando esse método fica fácil fugir de um B&Z se vc o ver chegando. Já tive engajamentos com pares de FW 190 que duraram mais de 10 minutos e terminaram comigo por cima quando eles finalmente perderam sua energia.
  O P40 é um dos melhores caças para mergulho no jogo, já peguei mais de 700 km/h sem perder nenhum pedaço. O mais importante, vc ainda consegue rolar e virar enquanto esta rápido, mas cuidado com black outs...mergulho+rolar+uma boa virada=fugir do inimigo=viver para voltar outro dia e lutar. Adicione uma subida rápida e vc tem um caça perigoso.
  Manobras:
  O P40 tem uma das melhores razão de curva de todo o arsenal aliado, e rola muito bem, mas sempre mantenha sua velocidade alta o mais que possível para virar. Tente se manter acima de 220 km/h porque o P40 é muito lerdo em baixa velocidade, mas em geral, quanto mais rápido mais manobrável (até certo ponto).
  Use isso a seu favor, mergulhe para ganhar velocidade para manobrar. Tente não ficar baixo e lento. Use sua habilidade de virar forte e de rolar em alta velocidade para “cair” no seu adversário agilmente. Nivele após a passada e suba rapidamente para altitude. Não vire muito forte quando estiver lento ou com uma alta carga de G, vc pode entrar num estol de alta velocidade com uma tendência desagradável de inverter.    Se isso acontecer e vc tiver altitude, alivie o manche e gentilmente role, use flaps de combate e vc deve re-estabelecer controle rapidamente. Se inverter quando estiver baixo, vc provavelmente vai morrer!
  Dito isso, o P40 pode voar no limite do estol, especialmente se vc puder usar 110% do motor (conserve seu motor!!), lembre-se de nivelar e ganhar altitude/velocidade assim que for possível.
  P40 M:
  Este é sem duvida um das piores variantes historicamente, em termos de relação peso potencia, desempenho etc. É definitivamente inferior ao P40 F/L com motor Merlin ou do P40 N que tinha 1360 Hp!!! Porem é o único modelo tardio do P40 no jogo e dentro do IL2, até que é bomzinho... pense nele como um “spitfire de pobre”mais robusto e potente.
  Aviões Italianos e Alemães:
  Se voado corretamente, o P40 basicamente domina o 109 F, G e o K co-E (ainda não descobri o que é co-E, se alguém souber...). Vc vira mais que todos eles em quase qualquer circunstancia, sua capacidade de rolagem é igual ou superior dependendo da velocidade (vc rola melhor indo mais rápido), sua potencia é muito boa, da pra pegar eles em um mergulho e muitas vezes, em vôo nivelado também, a não ser que eles tenham muita E, e sua ótima capacidade de subida permite acompanha-los ate mesmo em viradas verticais.  Os bons pilotos de 109 vão usar da tesoura para te forçar a passar, isso é muito perigoso, especialmente se eles estiverem com escolta. Se eles estiverem fazendo isso, o melhor é acertar o maximo que puder na passada, desengajar e preparar uma segunda passada enquanto vc ainda tem velocidade.  Ou então, vire agressivamente e fique no rabo dele ate chegar perto o suficiente e para encher ele de chumbo.
  Se eles entrarem na sua 6, vire forte e sustente a curva, vc vai provavelmente entrar nas 6 deles, especialmente se tiver E no inicio da manobra. Se tiver oportunidade, use viradas com mergulho (split-S).           Não dependa somente na sua capacidade de sustentar uma curva fechada, bons pilotos de 109 sabem   manusear a E muito bem, e com o Boost, aceleração e os flaps, são capazes se manter muito bem numa curva, e alguns pilotos vão conseguir virar mais que vc e entrar na sua 6, depende do seu estado de E. o melhor é forçá-los a fazer varias curvas fechadas com mudança de direção depois da virada inicial, use sua taxa de rolagem, eles vão acabar estolando e tendo de nivelar... ai vc os pegou!
  Da pra fugir de um 109 se vc tiver altitude, mergulhe verticalmente, role e vire quando estiver rápido, os controles dos 109 não respondem bem em alta velocidade.
  Eu geralmente evito HtH (head to head) com os 109 a não ser que eu consiga alinhar meu tiro primeiro e tenho certeza de poder disparar primeiro. O canhão dos 109 e muito potente e pode de destruir com um tiro, por outro lado, suas metralhadoras têm uma cadencia de tiro mais alta e da pra estragar com eles rapidinho.
  Se ele tiver uma vantagem de altitude, mantenha a sua velocidade alta, vire forte quando eles mergulharem em vc, geralmente eles ficam a seu alcance com uma passada.  Tome cuidado com as táticas de grupo dos 109. Os C.200 e C.205 italianos são adversários bem similares aos 109, mas sobem melhor e não são tão velozes quanto o 109.
  Contra o 190, com certeza evite HtH sempre! Se vc os pegar co-E (de novo o termo, eu acho que é ambos os aviões com a mesma E...?) eles estão ferrados, mas isso não acontece com freqüência. Muito cuidado com B&Z. Eles retêm energia muitooo bem e adoram vir por trás quando vc esta alinhando atrás de um 109.  Não corra atrás deles a não ser que vc tenha uma grande vantagem de E, mas se eles mergulharem e vc tiver a mesma E, mergulhe atrás dele, ele vai se afastar um pouco, mas vc o alcança quando ele nivelar do mergulho.  Fw 190 rolam muito bem em alta velocidade, bons pilotos vão mudar de direção quando vc convergir com ele, para te fazer passar.  Use de sua forte curva inicial (com flaps), mas elimine os flaps logo para não perder velocidade demais, e vá atrás dele de novo. Se ele cair na tentação de tentar virar com vc, já era pra ele.
  Zero e Ki-43:
  Eu acho os caças Japoneses oponentes mais difíceis que os alemães. Da pra pega-los, mas vc não pode errar. O mais importante não lutar em baixa altitude a não ser que vc tenha uma grande vantagem, se eles te pegarem baixo e vc terminar em menor numero, é seu fim. Mesmo quando vc entra na 6 de um Zero, ele pode virar a mesa rapidinho, e se vc não tiver altitude para poder negociar, vc não tem nenhuma opção a não ser rezar pro Japa ser ruim de tiro e ficar sem bala. Como regra geral, não entro em combate com Zeros abaixo de 1000m no mínimo do mínimo, 2000m seria um limite melhor.
  O bom da estória é que vc PODE virar com eles, apesar do mito popular, e se tiver altitude, pode fugir se as coisas derem errado, o que é muito importante.
  Para dogfight usando o P40 clássico, mergulhos com viradas verticais.  Quando eles estiverem virando, corte por dentro com um yo-yo (mergulhe para ganhar velocidade cortando a curva dele e suba para o tiro), o Zero trava em mergulhos fortes por isso eles não usam essa tática. Se ele tentar nariz pra cima e curvas na vertical, sua razão de subida permite acompanhar, enquanto reter E. basicamente, uma vantagem pequena, pelos primeiros 30 a 40 segundos, use-a bem. Se tiver a chance de atirar, deflexão ou não, atire. Chego a tentar tiro à longa distancia 400-500m, alguns acertos podem diminuir dramaticamente sua capacidade de manobra ou danificar o motor. Use os flaps para liderar o alvo, mas levante os flaps assim que não precisar mais deles.
  Certo, tem como dogfight, mas se eles entrarem na sua 6 há muito pouca chance de fugir, a não ser que vc os faça passarem de vc (overshoot), porém...
Se eles estiverem se dando melhor e vc tiver altitude, levante os flaps, feche o radiador, split S e mergulhe a 110%. Vc vai ter que pisar fundo pra fugir de um A6M5, mas se vc conseguir atingir 540 km/h antes do nível do mar vc vai conseguir fugir e ele vai desistir do mergulho, ai vc pode subir (zoom climb) e fazer a volta para uma nova passada com bastante E.
  Recomendo aceitar duelos HtH com Zeros, vc tem maior cadencia de tiro (ROF) e eles são relativamente frágeis (são feitos de papel!!), mas eles têm os canhões de 20 mm, portanto só tente se vc puder alinhar antes de 500m, depois da passada, use o split –S para fazer a volta, normalmente vc entra nas 6 dele.
  Se vc estiver jogando com um amigo ou um ala, fica muito mais fácil, vc acaba tendo vantagem assim. Trabalhando em equipe da pra usar a tática “Thach”.
Weave’ inventada pela marinha para os Wildcats. De acordo com a autobiografia de Gregory Boyingtons, essa tática também foi usada pelos P40 da AVG contra os Ki-27 e os Ki-43. Basicamente, se tiver problemas, vc e seu companheiro viram de encontro ao outro, como uma tesoura horizontal, se tiver alguém na sua 6, seu ala entra nas 6 dele.
Aqui, sua capacidade de rolar, sua maior durabilidade e velocidade são a chave. Vc consegue derruba-los com rajadas...
  O Ki-43 é muito parecido com o Zero, mas é mais lento e não tem canhão. É um pouco mais manobrável, mas um alvo mais fácil que o Zero.  O Ki-61 é basicamente um Bf 109 G, mais lento e menos armado.


é isso ai galera, espero que gostem das dicas....




IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #6 Online: Maio 04, 2008, 03:07:40 pm »
Dando sequencia:

algumas curiosidades sobre o Spit V



  Uma pequena dica sobre o Spitfire Mk V. Não conheço o Spit tão bem quanto o  P-40, mas aprendi algumas coisinhas básicas que talvez alguns novatos não saibam. Se estiver errado, por favor me corrijam.

  Manuseio do motor:
 Provavelmente o ponto mais difícil do Spit V é manejar seu motor.  Vcs já devem ter percebido que a luz de superaquecimento ascende com a maior facilidade, e depois que esquenta, demora uma eternidade pra voltar ao normal... e quebra fácil depois de super-aquecido....apanhei muito ate aprender como abrir o radiador!!! Coloque o radiador (tecla R) na posição aberto (open), o motor vai esfriar mais rapidamente, às vezes sem perder velocidade, vai aumentar o arrasto, mas não vai te prejudicar muito. Vc pode ate fechar o radiador ou colocar na posição 2 se estiver perseguindo alguém ou mergulhando, mas não o faça por muito tempo.
  Outro detalhe sobre o Spit V é que o boost é manual, vc tem que ativar com a tecla W. O boost faz uma diferença enorme, o Spit não é tão veloz quanto o G2 ou o G6 e só com o boost vc vai conseguir alcançar um Fw190, mesmo tendo vantagem de E.

    Armamento:
  Vc tem um bom armamento no Spit V, mas tem que conservar munição e tomar cuidado ao disparar. Vc tem metralhadoras .303 nas asas, mas elas tem pouco efeito, e vc tem um poderoso canhão de 20 mm, com baixa cadencia de tiro (RoF) e pouca munição: 60 balas no Spit Vb e o dobro no Spit Vc, acho que o Vc também tem metralhadoras de .50, eu acho... De qualquer forma o cenário do jogo só permite voar com o Spit Vb (acho que com os mods que o MadMax mostrou da pra voar o Spit Vc, não tenho certeza).
  A munição limitada foi o mais difícil de acostumar no Spit V, o P-40 tem bastante munição, então da pra tentar acertar a media distancia usando deflexão. Com Spit V vc só deve disparar ao ver o branco dos olhos deles, ou pelo menos, o branco das cruzes em suas asas.
  As armas estão bem espalhadas nas asas o que dificulta mirar, vc realmente precisa estar perto para mirar, eu não costumo abrir fogo antes de 250m.  Não use o canhão ate ter certeza de que vai acertar.  Eu alinho com as metralhadoras e quando vejo que estou acertando, disparo o canhão com tudo. Por ter uma baixa cadencia de tiro (RoF) vc precisa de longas rajadas com o canhão para ter certeza de destruir o alvo, não desperdice munição com uma pequena rajada aqui e outra ali, vc tem apenas duas boas rajadas com os canhões, faça valer!
   Uma vantagem de ter as armas bem espaçadas nas asas é que elas se tornam boas para pequenas rajadas a queima roupa (abaixo de 100m), por exemplo: um 109 fazendo uma tesoura, passa pela sua frente, uma pequena rajada com todas as suas armas normalmente acabam com o inimigo! Sei que isso viola o que acabei de dizer no parágrafo anterior, mas é a única exceção.
     Manobras:
  O Spit V é bastante manobrável, mas diferente do que se espera. Outra grande diferença para o P40, o Spit V não gosta de curvas instantâneas e violentas.  Se vc puxar o manche com força vc vai entrar numa aspiral! Também não se usa os flaps da mesma maneira... o spit só tem uma posição de flap, pouso. Da pra usar no inicio da curva, nos primeiros 3 ou 4 segundos, para melhorar sua razão de curva, mas não deixe os flaps abaixados!!! O que o Spit V faz muito bem são curvas longas e constantes. O Spit é tão aerodinâmico que da para rolar e virar, como uma ave de rapina, sem perder muita E. a aceleração não é nada demais, mas se vc voar corretamente, é suficiente para manter sua velocidade alta com facilidade. Portanto não pilote como num Zero ou num 109 com curvas fortes e fechadas... vire muito, mas não brigue com o ar, flua com o ar.  Aproveite sua excelente capacidade para longas curvas, para rolar, especialmente a versão CW, e continue virando, mantenha sua velocidade alta e vc vai acabar dando a volta nos 109 e ate em Zeros sem muito esforço.
   AS versões CW rolam melhor e as LW viram melhor.

Escrito por BigDummy dezembro de 2007





FLY HIGH
« Última modificação: Maio 27, 2009, 08:14:49 pm por =FN=Montoro »


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #7 Online: Agosto 05, 2008, 01:51:43 pm »
galera, o q aconteceu com esse post???? ficou pela metade!!! kd o resto do post???


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline Macbare

  • Membro Herói
  • *****
  • Mensagens: 1011
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #8 Online: Agosto 06, 2008, 01:24:07 pm »

 Oque foi? sumiu parte do post? porque eu modifiquei uns anuncios meu e voltou depois a ser como era....pode ser um bug.

  Abraço


Uploaded with ImageShack.us

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #9 Online: Agosto 09, 2008, 09:33:14 am »
nao sei o que aconteceu com o resto do post, por isso vou recolocar o que sumiu deste post.....

Escrito por CRASH 28 de julho de 2007

traduzido por =FN=Montoro


Algumas generalidades sobre o FW 190


   Em primeiro lugar, o FW é um avião muito pesado, não gosta de fazer curvas e tem um motor com uma resposta lenta. No pátio, ligue o wep e deixa ligado, abra os radiadores e deixa aberto. Não use prop pitch manual. A saída demora um pouco e o avião puxa muito pra esquerda, então cuidado. Após decolagem limpe o avião, trem de pouso e flaps recolhidos, e de 6 clicks no trim do nariz para baixo e comece a subir. Reduza pra 98% para não esquentar o motor. A velocidade de subida depende da variante do FW, mas 260 km/h funciona bem no geral. Suba ate estar acima do seu oponente, sempre cuidando pra não esquentar o motor.
   É difícil falar de combate, são muitas variáveis. Vc sempre deve estar acima do inimigo, mas se não estiver e eles estiverem se aproximando, vire o nariz pra eles. Vc tem mais armas, espero que saiba mirar.  Se vc for virar com um FW, use flaps quase sempre. Se eu estou tentando usar minha menor energia como vantagem, baixo flaps total para dar um corte num spit, mas não deixe os flaps baixados por muito tempo. Os flaps travam acima de 400 km/h.  Vc rola muito bem, então use isso a seu favor, especialmente se estiver na defenciva. Eu reduzo o throttle, abaixo os flaps, rolo e entro em uma tesoura pra la e pra cá pra fazer o inimigo ultrapassar. Eu abro todo throttle no momento que ele me ultrapassa e tento acertar algumas balas nele, as  vezes funciona  as vezes não.  Vc tem um  bom controle do FW em baixa velocidade com os flaps abaixados, portanto use isso a seu favor. O FW tem um excelente armamento mas um visibilidade de merda.       Vc tem que planejar seu ataque para levar o menor tempo possível. Vc provavelmente vai perder em um combate prolongado.
   O A4 não tem potencia, eu evito voar ele. O Oleg disse algum tempo atrás que o A4 é mais parecido com o A3, o A5 tem o mesmo motor do A4, o A5 1.6ata tem o mesmo motor de um A5 normal. Não acho que eles arrumaram isso.
    Traduzindo :
    •   O A5 tem um pouco mais de potencia que o A4, o mesmo armamento e um pouco mais de munição.
    •   O 1.6ata tem boost.
    •   O A6 tem um pouco mais de potencia, mais munição e armamento melhor. Vira melhor porque tem potencia para sustentar a curva.
    •   O A8 vira bem, mas é instável, menos HP pra te tirar de confusão.
    •   O A9 vira como um caminhão, especialmente com os canhões das assas (nunca, mas nunca mesmo use gunpods nos FW), mas tem           bastante potencia e é muito estável.
    •   Os DORA são os HOT RODS, rápidos e ageis ( para um 190) mas com menos armamento, vai precisar ficar mais tempo atrás de alguém, mas vc vai conseguir acompanhar nas curvas.
    A visibilidade é uma merda, vc tem que usar a FORÇA! e adivinhar o tiro. Para tiro de deflexão, eu levanto o nariz chuto onde o alvo esta, atiro, abaixo o nariz pra ver se acertei e repito....um puco sacal, mas não tem como convencer o Oleg que o cockpit esta errado, e sem 6DOF(isso melhora um pouco com o patch de 6dof, mas ainda é um problema)....


    A coisa mais importante a se lembrar é que vc não pode voar o ANTON da mesma forma que se voa o DORA.  Com a série D vc pode mistura combate de energia com B&Z  sem problemas, com a série A o melhor é B&Z mesmo...

               Pontos fortes da Série A

      •   Muito manobravel em alta velocidade
      •   Estável em mergulhos até 800km/h mais ou menos – use isso pra fugir de spits ou para mergulhar em bombardeiros
      •   Excelente visibilidade lateral e traseira do cockpit.
      •   Aceleração descente
      •   Poder de fogo incrível – nem se preocupe em usar a Mk 108, os canhões normais são suficiente e a 108 produz muito arrasto.
      •   Boa performance em curvas bruscas
      •   Boa performance a grande altitudes

               Pontos fracos da Série A

      •   Péssimo pra manobras em baixa velocidade
      •   Péssima performance em curvas longas
      •   Péssima razão de subida
      •   Visão frontal horrível
      •   Um ou dois tiros nas assas são suficientes pra lhe roubar toda velocidade que vc tem de vantagem.

   Com o ANTON vc tem que estabelecer altitude antes de engajar, e sempre manter sua velocidade alta. O FW rola melhor que praticamente qualquer outro avião no jogo, especialmente em alta velocidade, se estiver em perigo, use isso, MERGULHE e em seguida SPLIT S e fuja...se o inimigo continuar atras de vc depois do split S, repita a manobra e vc deve se ver livre dele.
   O que vc não deve fazer nunca e ficar devagar. O FW ‘gosta’de voar rápido e em linha reta preferencialmente. Vc pode curvar com um inimigo para obter um tiro, mas como regra geral tente não curvar mais que 90 graus.
   Outra coisa importante, nunca, em hipótese nenhuma, fique devagar ou engaje em subidas acentuadas se houver spitfires na área, eles vão acabar com vc rapidinho...
   O FW rola muito bem o que significa que vc consegue se manter fora do plano de manobra do inimigo, especialmente em alta velocidade. Use essa vantagem se alguém entrar na sua seis. Tenha certeza que suas asas não estão paralelas as asas do seu inimigo e de uma pequena puxada no manche. Não puxe muito pra não puxar muitos Gs e perder energia, apenas o suficiente para sair da linha de fogo dele.   Fique fazendo isso e ele ou vai te passar ou desistir incapaz de acompanhar vc nessas curvas.
   Cuidado com P47 e P 51 acima de vc.  Se vc estiver por cima são alvos fáceis, mas se eles estiverem por cima vão dar muito trabalho. O P 47 especialmente, pode lhe alcançar num mergulho facilmente, vc tem de se safar rolando como dito anteriormente.
  Ao se deparar com uma “furball”(vários caças em combate) vc deve se aproximar 2 km acima dela. Tente calcular seus mergulhos de tal forma que seu alvo esteja no topo de um looping, quando ele esta lento e não pode manobrar. Vc só precisa acertar alguns tiros para fazer um estrago em quase qualquer avião com seus canhões.
   Depois de fazer alguns ataques nivele o avião e ao invés de circular por uma área, faça passadas em linha reta, vai e volta, a procura de bandidos tentando subir pra te alcançar. Eles são lentos e não conseguem manobrar quando estão tentando ganhar altitude e se vc encontrar algun abaixo de vc é um alvo fácil.
   Resumindo: observe seu inimigo, espere o momento certo quando tiver vantagem, ataque com velocidade.  Se perder a vantagem na luta, desengaje e fuja, viva para lutar outro dia. Ignore os novatos que ficam achando covardia esse tipo de ataque, eles não entendem o jogo.
   O FW requer paciência e disciplina, só assim vc vai ser um bom piloto de 190.






  FLY HIGH
« Última modificação: Maio 27, 2009, 08:09:21 pm por =FN=Montoro »


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #10 Online: Agosto 09, 2008, 01:09:28 pm »
TATICAS DE FW: BÁSICO (ARTIGO #307, P.1)

Antes de começar, acesse o site do JV44 e faça o download do manual do FW-190 A9 escrito por Knighton "Many-Scalps" Warbeck, acredito que este seja o melhor guia sobre o FW-190 A9, que também vale para outros série A (não serve para o série D).

FW-190 série A, BÁSICO:

1.   Se houver qualquer tipo de ameaça por perto, nunca deixa que sua velocidade fique abaixo de 320-350 km/h, exceto subindo após um ataque. O motivo é simples, sua aceleração é melhor a partir destas velocidades, apesar da velocidade ideal de subida ser bem inferior a isto. O que vc deseja fazer é manter a velocidade do seu avião usando uma subida escalonada ou em degraus. Como fazer isso com um Anton: antes de iniciar a subida, atinja uma velocidade de 400-440 km/h, levante gentilmente o nariz do avião para não perder muita E, mantenha a subida ate sua velocidade atingir 350km/h, deixe que o avião nivele naturalmente. Repita o procedimento ate atingir a altitude desejada. Durante a parte nivelada da subida, use o passo da hélice (prop. Pitch) á 80% e 90% durante a subida. 110% de aceleração e WEP ligado durante todo o procedimento de subida.
2.   É essencial ter domínio completo sobre a temperatura do motor e o passo da hélice para se manter em altitude com B&Z (boom & zoom). Vc tem que tirar cada gota de potência(altitude) do seu avião na subida de volta de um ataque, vc TEM que recuperar a altitude anterior.....porque??? por que vc pode precisar fazer varias passadas no mesmo oponente....ou, caso tenha sucesso no primeiro ataque, pode querer atacar o próximo inimigo mais abaixo. O Dora recupera altitude muito mais fácil que o Anton, vc pode deixar tudo em auto sem problemas. Com o Anton não da pra fazer assim, vc tem que trabalhar se não vc vai perder altitude a cada mergulho e terminar preso lá embaixo junto com os manes! Acredite, não é uma boa idéia ficar lá embaixo com um Anton.
3.   Cowl Flaps (abertura do radiador), sempre tudo aberto ou tudo fechado! Isso é igual a altitude, como regra geral, vc deve estar subindo se não estiver engajando alguém, sempre. Depois de decolar ou em transito, vc deve estar com o radiador totalmente aberto. Aprenda a julgar a temperatura do seu motor, qual a temperatura mais baixa que ele consegue trabalhar. Baixa temperatura =  mais E. Uma vez alcançada a altitude desejada, mude o passo da hélice para “COMBAT CRUISE” de acordo com a tabela abaixo ou “AUTO PROP”, abaixe a aceleração para 70 – 80%, deixa seu motor esfriar o máximo possível ANTES de engajar. Aprenda quanto tempo da pra abusar do motor quando ele super-aquece antes que ele quebre. Eu particularmente não gosto de abusar de um motor por mais de 4 a 5 minutos. Quanto mais tempo super-aquecer o motor, mais tempo vai levar pra ele esfriar.
4.   Para subir depois de um mergulho, Zoom Climb, feche o radiador, passo da hélice 90 – 100 %, ver tabela abaixo, no topo da subida abra totalmente o radiador e mude o passo da hélice de acordo com a tabela ou coloque em auto. A única hora que vc vai querer mergulhar de radiador aberto é mergulhando atrás de um P-47. Se for mergulhar contra um P-47 que esta na mesma altitude que vc  (tem que ter culhão pra fazer isso), vc TEM que abate-lo logo, enquanto vc tem vantagem no mergulho. Depois que o P-47 atinge sua velocidade de mergulho, deixe ele ir embora, reganhe altitude e espere ele voltar pra cima. Se ele não volta, vc ganhou, vc o retirou de sua melhor posição de combate, pelo menos por enquanto.
5.   Estes são as regulagens que eu uso para o passo da hélice, no inicio, é mais fácil usar o Auto prop pitch quando mergulhando, até aprender a usar estas mudanças.





 
manobras que devem ser aprendidas:

a)   SPLIT-S – cuidado ao usar esta manobra, um bom piloto aliado vai estar esperando e pode antecipar seu movimento, além do que essa manobra gasta muito altitude. Quando vc é forçado a fazer um Split-S é como se vc estivesse perdido a batalha porque vc foi forçado a abrir mão da sua altitude. Aprenda a julgar o estado de E dos caças inimigos que se aproximam. Se vc tiver E, inicie uma subida em aspiral. Muitas vezes o inimigo vai tentar acertar uma rajada na esperança de forçar o FW a entrar em sum Split-S. Não caia nessa! Aprenda a julgar se vc esta se afastando dele. Quando subindo em aspiral num FW, sua aspiral deve ser menos acentuada que num Bf-109. Se vc estiver baixo ou a media altitude (abaixo de 5 ou 6 mil metros), preste atenção na ponta das suas asas, se vc ver vórtices se formando, vc esta perdendo E, muita E. alivie o manche ate parar de fazer vórtices. Se estiver mais alto que isso, vc vai ter vórtices não importa o que vc faça....aprenda a observar os vórtices do inimigo, eles dizem muita coisa sobre o que seu adversário esta fazendo abaixo de vc!
Aprenda qual a altitude mínima para executar um Split –S, que deve ser por volta de 650m. Cuidado para não virar um dardo fincado no jardim. Um duplo Split-S funciona muito bem contra os P-51 e em servidores mistos, quando vc esta voando um Anton contra um Dora. Aviões que não rolam tanto quando um FW não conseguem acompanhar a monobra
b)   TESOURA – se vc avistar um La-7 ou um P-51 em vantagem de E se aproximando das suas 6 horas, vc deve usar um TESOURA! Não há mais nada sensato a fazer. Isso pode, não que isso sempre aconteça, mas pode levar a um combate ate o estol, que NÃO é o forte do FW. Mas se vc for usar o velho truque “estou desacelerando para ele me passar” então faça até o fim....assim que começar a ficar instável a baixas velocidades, baixa flaps de combate, depois take off flaps, até landing flaps e finalmente ABAIXE o trem de pouso!!! Ele vai passar por vc e vc vai ter sua chance de abatê-lo..... eu fui um pouco ao extremo com esse exemplo, e vc vai morrer se ele estiver com um ala ou amigo por perto, mas já abati Yaks e LAs desta forma quando estavamos a sós. Eu quero ilustrar com isso que vc não tem que ficar confinado as “regras” o tempo todo. O verdadeiro segredo do sucesso é saber julgar “aonde, quando e o contexto”de executar uma determinada manobra (BFM basic Flight Maneuver). Pense no seu próximo passo, e no próximo e no próximo....
c)   Já que estamos falando de manobras próximas do estol, vou falar um pouco da “Von Roll”. Se vc puxar o manche pra trás forte o suficiente, vc vai estolar, em vôo nivelado. A asa esquerda vai perder sustentação e cair e vc vai rolar. Vc também vai perder cerca de 100 km/h com essa gracinha até recuperar o controle. Se fizer isso corretamente contra um inimigo com muito mias E que vc, ele vai passar lotado.....legal né?....será....vc ainda esta vivo mas perdeu muita E e ele ainda tem a dele....como vc recupera isso???....vc pode mergulhar, mas se alguém te pegou com tanta E de sobra, só pode ter mergulhado em vc, ou seja, ele ainda tem muita E....ao meu ver, a única hora de fazer isso é se vc está:
•   No deck e não tem mais nenhuma opção...
•   Se aproximando de aliados como navios, flak, alas...e vc precisa daqueles 20 preciosos segundos mais ou menos para atrair o inimigo para ameaças maiores que vc apresenta no momento e fugir....viver pra lutar outro dia.
d)   Vector Roll – importantíssimo....para livra o ala que esta em uma posição ruim em relação a vc e o inimigo. Ao se aproximar de um inimigo que vira mais que vc (a maioria dos aviões abaixo de 450 km/h), inicie a curva e após apenas alguns graus, levante o nariz, role na direção oposta a do inimigo e puxe (um split-s durante a rolagem) e aplique um pouco de leme. O inimigo continua sua curva fechada, perdendo E e vc (se executou corretamente a manobra) deve sair do rolamento nariz pra baixo, recuperando sua energia e vc vai vê-lo acima de vc á sua 1 hora mais ou menos ainda virando. Esse truque requer bastante treino para que saia em um movimento fluído e natural. Os novatos vão ficar tentando adivinhar como vc conseguiu “virar”com eles...a chave de executar bem esta manobra e conseguir contato visual com o inimigo logo, antes de terminar a rolagem.
e)   Negative Knife – não da pra sobreviver sem isso.....há outras versões mas todas são muito eficazes...
Eu costumo levar 75 a 100% de combustível.  Eu gosto de voar por uma hora e meia, tempo pra pensar, pra espreitar, tempo pra escolher minha vitima e compartilhar minha paixão pelo Focke-Wulf. Aprenda a sobreviver em primeiro lugar, matar vem naturalmente depois disto. São 4 belos canhões 151/20 mm convergendo a 500-700m...uma linda visão no retrovisor do seu inimigo....
e já que estamos falando de armas, por favor, larga de lado os MK-108...aprenda a usar os 1251/20 mm. São excelente canhões, especialmente quando vc tem 4 deles a sua disposição. Da pra sentir o peso dos MK-108 e como eles diminuem o desempenho do avião. O bom piloto de 190 abate sua presa na melhor tradição de Egon Mayer, não por trás, mata-se o piloto, economizando munição para usar contra outro bombardeiro e mais importante....poupando o FW....mas isso é assunto para outro post.
Por enquanto é só.......se gostaram deste post depois faço outro falando da arte de atirar com o Focke-Wulf....afinal de contas, todo esse trabalho pra chegar perto de um bandido e abate-lo. O FW é um ótima plataforma de armas....



Originally posted on UBISoft Forums


autor desconhecido



um pouco mais sobre o assunto:


escrito por: BigSilverHotDog


  Este é apenas um pequeno guia para ajudar as pessoas que gostam a voar com o Anton (Fw190 série A), este texto não se aplica ao Dora (Fw190 serie D).  os dois  aviões não são parecidos na minha opinião, o Dora tem um armamento fraco que não permite abater um bandido com apenas uma passada e tem alguns dos defeitos do Anton como capacidade de manobra. É verdade, vc consegue fugir mais facilmente com um Dora e tem um desempenho superior em grandes altitudes, mas este guia e o próprio Fw190, não foram feitos para fugir de inimigos nem para combates em grandes altitudes.
  Vamos começar com os pros e os contras:

                                      PROS

    •   Excelente taxa de rolagem, especialmente em grandes velocidades.
    •   Desempenho altíssimo, comparável com qualquer avião do jogo, e superior a maioria.
    •   Excelente velocidade de mergulho e aceleração. Maior velocidade de mergulho dentre todos os modelos de Fw.
    •   Boa aceleração acima de 350 km\h.
    •   Construído como um tanque por um Tank, rs, Kurt Tank. Agüenta muito castigo, especialmente o motor.
    •   Difícil de pegar fogo, vc dificilmente vê um 190 em chamas no jogo.
    •   Trem de pouso grande e largo, excelente para manobrar no solo e fácil de controlar durante o pouso, mesmo com pulos e solavancos.
    •   Visibilidade excepcional do cockpit no ar, especialmente nos modelos com com canopy reto.
    •   Excelente  layout do cockpit, todos instrumentos estão bem localizados.

                                      CONTRAS
    •   Má aceleração abaixo de 350 km/h
    •   Péssima razão de manobra em curvas horizontais em baixa velocidade e curvas longas.
    •   Péssima visibilidade no solo.
    •   Pequena capacidade de carregar combustível quando comparado com os caças americanos.
    •   A barra abaixo da mira é restritiva e errada, o Oleg admiti que errou, mas isso nunca vai ser consertado exceto através de mods.  Não sou contra o mod que retira totalmente esta barra, mas acredito que esta não seja a melhor solução.
    •   Não é um bom avião para combates 1x1. Se vc gosta de combates 1x1, vc deve usar outro avião, como spitfires, LA, Ki84, J2M, etc. Aviões que conseguem se virar sozinhos.

                                        DICAS RAPIDAS

    1.   Mantenha sua velocidade acima de 400 km/h em áreas de combate o tempo todo a não ser para fugir de um ataque B&Z onde vc diminui a velocidade para executar uma curva muito forte.
    2.   Mantenha-se acima de 3000 m em Servers de cockpit aberto e 5 ou 6 mil metros em servers de cockpit  fechado. Não voe acima de 6 mil metros a não ser que vc esteja voando em grupo, pq vc pode ser atacado facilmente por mustangs e P 47 que costumam voar acima disso.
    3.   Tenha consciência do seu estado de energia a todo tempo. Isso é muito importante, saber julgar seu estado de energia é fundamental para ter sucesso com o 190.
   4.   Caso vc se encontre em uma perseguição em alta velocidade a baixa altitude, permita que seu inimigo se aproxime, uns 400 a 500 metros é suficiente, e inicie uma subida abrupta na vertical, daquelas que induzem o blackout e quase estolam o avião. O inimigo vai te passar ou desmaiar devido ao controle superior do Fw para manobras e alta velocidade, com isso vc vai conseguir entrar na 6 dele ou desengajar do combate.
   5.   Treine offline contra oponentes controlados pelo computador, começando com ACE depois mudando para VETERANO. Isto é muito importante, pq vc pode treinar tiros de deflexão para tirar proveito de sua posição, treinar surpreender o inimigo mergulhando nele ....e se vc errar, fica fácil reiniciar o jogo e tentar de novo. Isso precisa ser automático, natural, seu cérebro precisa calcular a distancia e deflexão naturalmente.
   6.   Passo da hélice em automático funciona bem, mas prefiro usar 95% (programe um botão para “passo automático”), da pra escutar o motor trabalhar melhor. Aprendi isso com outro As de 190 e me foi muito útil. Outros ases que conheço usam 90% para vôo nivelado entre 1000 e 3000m, entre 30% e 60% para mergulhos, depende. Teste vc mesmo.
   7.    Deflexão depende de piloto para piloto, alguns preferem usar 500m, eu pessoalmente prefiro usar 200m. Não faz diferença a que distancia eu começo a abrir fogo, 200-500m, 200m pra mim é a melhor convergência pra mim. Isso faz com que todas as suas armas acertem um mesmo ponto a 200m mas espalhem aumentando as chances de acertar entre 250-500m. NÃO abra fogo acima de 500m de distancia num FW190.
   8.   De um pouco mais de deflexão no seu tiro se estiver usando o 190 A4 ou A5, comparado com os outros modelos, o A4 e A5 tem dois canhões MG/FF com projeteis de baixa velocidade.  Isso torna tiros de deflexão de grandes distancias, acima de 300 m, muito mais complicados.






FLY HIGH
« Última modificação: Maio 27, 2009, 08:09:56 pm por =FN=Montoro »


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #11 Online: Agosto 09, 2008, 03:33:30 pm »
Hawker Tempest V 1944

escrito por: 453_Steele
traduzido por  =FN=Montoro


Estatísticas (Il2+outras fontes)

•   Autonomia: 1190 km
•   Velocidade máxima de mergulho: 900km/h
•   Melhor velocidade de manobra: 374 km/h
•   Best turn time (melhor tempo em curva?): 22 seg.
“Se alguém souber o termo pra best turn time, me avise....rs”
•   Melhor velocidade para subida: 284 km/h
•   Melhor razão de subida: 16,5 m/s
•   Armamento: 4 x 20 mm Hispano Cannons (200 tiro por canhão)
•   Pode carregar até 1000 lbs de bombas.

O Tempest, um dos melhores aviões do jogo. Fácil de voar mas se vc conseguir dominar ele, vc é invencível! Em primeiro lugar, a melhor altitude de operação: por volta de 3000m é o mais comum , mas a altitude ideal  de combate seria 7000m...mas os combates online nunca acontecem nessas altitudes. Lembre-se, por ser um avião capaz de atingir grandes velocidades vale a pena estar acima de 4000m, vc não vai arrancar uma asa num mergulho se tiver cuidado, e os inimigos não vão te ver chegando.

Os adversários: basicamente serão os bf 109 e os fw190.

Contra os 109:
•   Combate de curvas contra um 109 não é uma boa idéia, se precisar, faça uma curva apenas e rápido! Abaixo de 300km/h e acima de 400km/h é suicídio, lembre-se, a melhor velocidade de manobra do 109 é entre 350km/h e 450km/h....mergulhe, dispare e fuja. Vc é mais rápido que a maioria dos aviões abaixo de 3000m, mas se torna alvo para B&Z (Boom e Zoom).
•   Contra os 190: ate que da pra virar mais que um 190, inicialmente, mas vc vai perder energia e velocidade muito mais rápido que ele. Se precisar virar, que seja apenas uma curva e mantenha sua velocidade e energia. Se fizer isso em alta velocidade, vc vai ser mais rápido que o 190, mas vc não pode perder velocidade...

Seu armamento é excelente; 4 canhões de 20mm com 200 tiros cada. Disparos curtos, sempre. As balas de 20 mm se movem consideravelmente mais devagar que as .50, mas são muito mais devastadoras, por tanto,use deflexão. 2 ou 3 tiros bem colocados podem arrancar uma asa. Vc consegue rasgar bombardeiros ao meio com esses canhões também.
Vc tem um ás na manga, seu BOOST ( wep). Aumenta consideravelmente sua velocidade, mas use com prudência pois consome muito combustível.
O tempest não é muito robusto comparado com os outros caças, o motor e radiador estão bem expostos, e já notei  que é bastante fácil perder uma asa ou ter seu motor cravejado de balas. Parece tentador alinhar atrás de um belo e gordo JU-88 ou de um He-111 e encher ele de chumbo, mas NÃO FAÇA ISSO! Apesar de ter bastante poder de fogo, o  Tempest é bem frágil.
Combustível tem um papel importante ao voar o Tempest. Ele simplesmente bebe muito!!! Mesmo em mapas pequenos, decole sempre com 75% de combustível no mínimo. Pense assim, quanto mais for usar o boost, mais combustível vc vai ter de levar.
Não passe de 100% de potencia, se vc puder. Use-a apenas nos momentos críticos....seu motor vai aquecer quase que imediatamente.
Mantenha seus radiadores sempre abertos, caso vc PRECISE fugir!!!

Um pequeno resumo com os PROS e os CONTRAS do Tempest


PROS
•   Ótima velocidade final de mergulho
•   Boost possante
•   Armamento poderoso
•   Capaz de mergulhar mais que qualquer caça alemão

CONTRAS

•   Frágil, não agüenta muito dano
•   Esquenta com facilidade
•   Bebe pra cara*&^^!!!
Não presta pra curvas longas, perde energia muito facil em curvas fortes

Um avião fantástico, mas vc tem que estar atentos para seus pontos fracos para conseguir sair vitorioso nos combates.


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #12 Online: Agosto 09, 2008, 03:35:39 pm »
Ki-84 Hayate

O Ki-84 é um dos melhores caças do jogo (rs, qtas vezes já escutei isso sobre um avião...) mas não faz milagres.
Eu vôo o Ki-84 com bastante freqüência, é meu avião preferido dentre os japoneses, mais que o excelente Shinden-Kai, por isso resolvi passar algumas dicas sobre esse avião.

Pontos fracos:
1.   O Ki-84 parece um chumaço de algodão embebido em gasolina! Pega fogo muito, muito facilmente, o mais fácil de pegar fogo no jogo.
2.   Difícil de sair! Historicamente, o Hayate tinha problemas com o cockpit o que tornava muito complicado sair do avião. Isso se reflete no jogo, se vc tiver com problemas, faça o sinal da cruz e ejete logo!
3.   Péssimo para mergulhos. Apesar de ser mais robusto que a maioria dos caças japoneses ainda não é capaz de agüentar um mergulho forte.  Se passar de 680 km/h vc vai perder uma asa.

Pontos fortes:
1.   Subida. O Hayate é um dos melhores aviões do jogo para subir. Dos caças aliados similares, apenas o Spitfire MkIX é capaz de alcançá-lo. O piloto de Ki-84 deve usar isso a seu favor sempre.
2.   Curva: apesar de ser fortemente armado o Hayate vira muito bem, tem uma ótima relação peso potencia e é capaz de acelerar rapidamente. (vou abrir um parêntesis aqui e colocar uma dúvida no ar: a frase original é:” For a heavily armed late war plane, the Hayate is a good turner at 19 seconds” apesar de entender inglês não entendi os 19 segundos. Se alguém entendeu posta uma explicação, vlw).
3.   Velocidade: o Hayate é veloz. Mais veloz que a maioria dos caças aliados contemporâneos exceto o Mustang e o P-47 alto.
4.   Poder de fogo: o Ki-84 carrega um bom armamento. Os primeiros modelos A eram equipados com 2x12.7mm e 2x20mm e o modelo B com 4x20mm.  Na verdade, da pra disparar apenas 2x20mm por vez, uma rajada de duas 20 mm é o suficiente para abater qualquer caça aliado, ou seja, em dogfight vc consegue economizar munição e se manter mais tempo na zona de combate.


Como usar o Hayate:
Ganhe altitude, fique alto e mantenha sua velocidade alta.  Para manter uma boa velocidade vc tem que estar atento ao supercharger que é manual. Mude para o segundo estagio assim que alcançar 3000m ou vc não vai conseguir o máximo de potencia do seu motor. Ao contrario da maioria dos caças japoneses, o Hayate funciona muito bem em altitude elevada, não tenha medo de subir ao nível dos caças aliados que usam B&Z. O P-47 é melhor em altitudes muito elevadas mas vc ainda leva vantagem em curva e em subida contando que a altitude não seja extrema.
Sua velocidade e aceleração o fazem um caça muito perigoso. O Ki-84 conserva bem a E num combate de curvas, ou seja, se estiver dogando com qualquer avião a não ser o Spitfire, vc deve terminar com mais E que se adversário. O Spit não tem uma relação peso potencia nem aceleração como a do Hayate, mas o Spit tem um tempo de curva meio segundo abaixo do Hayate, portanto cuidado.
Manobras verticais funcionam muito bem com o 84, a mesma manobra vertical em curva usada com o 109 pode ser usada com o 84. Ter uma relação peso potencia mais alta e mais velocidade significa que se vc conseguir manter o combate na vertical, os caças aliados vão perder E demais se tentarem te acompanhar.
Cuidado com essa manobra tenha certeza de ter uma boa vantagem de distancia antes de iniciar a subida, o 84 têm a tendência de pegar fogo quando atingido por baixo por uma rajada de .50! Ganhe distancia e tome cuidado com os P-38, eles conseguem sustentar a subida por mais tempo que outros caças, e são extremamente precisos em tiros de longa distancia por terem as metralhadoras montadas no nariz.
O ideal com o 84 são mergulhos rasos, um B&Z menos acentuado. Mantenha seu ângulo de mergulho raso, diminua a potencia e vc consegue alcançar o alvo com uma ótima velocidade. Curve parar sair e estenda sua passagem para depois subir. Se vc mantiver sua velocidade alta vc consegue entrar e sair do combate com facilidade.  Use e abuse do Yo-Yo alto.


Fugindo:
O Hayate tem melhores chances de fugir de um combate que os outros caças. O Hayate rola muito bem, portanto o split S é essencial, seguido de uma mudança de vetor. Vc consegue inverter sua direção muito mais rápido que qualquer caça aliado, apenas o Corsair consegue acompanhar o Hayate num ROLL.
Para fugir, estando fora do alcance das metralhadoras, abaixe o nariz apenas alguns graus (mergulho raso) ligue o WEP (tecla W), ajuste a potencia do motor para 92%, feche o radiador e ajuste o passo da hélice (prop. Pitch) para 80%.
Atenção: para um melhor resultado no Hayate, ou qualquer caça japonês, acerte o trim do avião antes de engajar. O Hayate é todo manual exceto PITCH, então vc que vai ter de centralizar a bolinha manualmente.
Se acontecer de vc ser atacado por trás por um caça mais rápido, lembre-se que o 84 rola muito bem, role e faça um split-S. Contra os P-51, force uma curva, o Hayate tem 6 segundos de vantagem em razão de curva sobre o P-51, se ele for esperto, vai estender e preparar uma segunda passada. Mergulhar nem sempre é bom com o Hayate, mas ele é um ótimo caça em baixa altitude (lembre-se de baixar o boost para o estagio 1) e o Mustang provavelmente não vai te seguir ate o deck. Tanto o Mustang quanto o 84 tem problemas com mergulhos longos.

Escrito por: Ernst_Rohr VF-51_Ernst
Traduzido por: =FN=Montoro

Originally posted on UBIForums 02/04/07



IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #13 Online: Agosto 09, 2008, 03:41:03 pm »
Mitsubishi A6M Zero

Escrito por: x__CRASH__x
Traduzido por: =FN=Montoro

Dando seqüência a nossa série de como pilotar os diferentes aviões do il2, vou falar agora sobre o ZEKE. Os comentários aqui são gerais, não vou me aprofundar em detalhes das diferentes variantes, apenas os mais usados on-line.

Em primeiro lugar:
•   PROS: O Zeke é leve, ágil e bem armado, não é muito veloz, mas potente o suficiente para engajamentos em curva.
•   CONS: Taxa de rolagem igual à de um B-25, quando eu rolo o avião eu uso muito leme. Algumas pessoas já comentaram que o Zeke simplesmente não rola tão rápido quanto eu o faço rolar, acham que eu estou roubando, mas simplesmente eu piso forte no leme e boto meu nariz na frente deles... é feito de papel de arroz!!!E qualquer tirinho pode incendiar seu avião ou matar seu piloto. Se vc pegar fogo vc tem duas opções: saltar de pára-quedas ou virar torresminho! Se tentar mergulhar para apagar o fogo não vai conseguir velocidade suficiente antes de morrer. Uma vez em chamas, já era. Isso é importante também para quem esta lutando contra um Zero, uma vez em chamas, economize sua munição e parta para outro alvo, aquele Zero já era. Vc tem cerca de um minuto antes de morrer queimado num Zero em chamas.

O A6M2 e o -21 não têm WEP nem supercharger. O A6M3 e o A6M5 têm ambos. O primeiro estagio do supercharger deve ser usado abaixo de 2000m e o segundo estagio acima disso. Voar com radiadores abertos e 100% de throttle não esquenta o motor. Por ser leve, sobe muito bem e também é muito econômico, ate ter um dos tanques perfurado por uma bala. Costumo subir com 50% de combustível e tanque externo ejetavel para ter certeza de ter gás suficiente pra voltar pra casa.

Munição: o A6M2 e o -21 têm munição para 2 talvez 3 kills, a não ser que seje muito bom de pontaria e matar pilotos com um tiro... portanto não atire a esmo ( e isso serve pra qualquer avião)! O A6M3 e M5 têm mais balas, 3 ou 4 kills se vc for esperto... meu recorde foram 6 num “furball”, mas tive sorte em acertar alguns pilotos com um tiro....

Engajamento: se eles correrem, vc não consegue alcançar, então nem tente.  Se eles estiverem em cima de vc... VIRE, sustente a curva!!!  Quando estou lutando contra Zekes, o erro mais comum que vejo é o piloto inverter sua curva, o que me permite conseguir um ângulo interno e um bom tiro... normalmente é morte certa......faça uma curva forte, use flaps de combate ou ate take off, puxe forte e mantenha. Eu também faço um Yo-Yo para manobrar por cima e atrás dele... se estiver engajando mais de um inimigo, force a curva e mantenha, só alivie pra atirar rapidamente e force de novo a curva...já escapei de 4x1 assim, mas já morri assim tb....

Pouso em porta aviões: vc não é um piloto de verdade ate conseguir pousar um A6M2-21 num porta-aviões. O gancho é curto, eu baixo os flaps, gancho, trem de pouso, e mudo meu speed bar para KIAS (talvez por ter sido da marinha, só consigo pousar em porta aviões usando nós invés de km/h), começo minha descida a 80kias e vou reduzindo em direção ao deck, tento tocar o deck a 60kias ou 70kias, assim que as rodas tocam o deck eu puxo o manche pra trás pra fazer o gancho pegar o cabo, mas fique atento para acelerar e tentar de novo se o gancho não pegar.


Dicas:

Um caça aliado deve tentar manter o engajamento acima de 200mph. Se vc estiver voando um Zeke, digamos um A6M2-21 e vc tem um Wildcat atrás de vc, vc deve perder energia antes de iniciar um combate de curvas, pois o Wildcat vira junto com um Zeke facilmente em alta velocidade e com certeza rola muito mais. Eu já acertei centenas de Zeros porque seus pilotos presumiam que eu não conseguiria acompanha-los em uma curva, portanto se estiver pilotando um Zeke, vc deve procurar engajar em baixa velocidade...

Munição: A6M2 e M3 têm a mesma coisa. A6M5 tem mais munição pro canhão, mas menos pra metralhadora. A6M5a tem a mesma quantidade de munição pro canhão, mas mais pra metralhadora.

Com relação a engajamentos com o Zeke, a algum tempo atrás eu percebi que os Wildcats não têm medo de virar com um Zeke e ele tem uma excelente visibilidade pra frente para tiros de deflexão e são manobráveis o suficiente pra me acertar mesmo virando tudo que posso... Ou seja, virar contra dois ou mais deles é morte certa. Mudei de tática, no mapa de Midway engajei 5 wildcats e um P40, mas usei B&Z, combate de energia. No fim das contas, retornei pra casa sem ser acertado e com alguns kills, se tivesse tentado combate de curvas com eles teria morrido.

Na minha opinião, quando voando um Zeke, combate de curvas só 1x1 ou no maximo 1x2 se vc for bom ou se estiver voando com colegas. Não entre em combate de curvas se estiver sozinho contra mais do que dois adversários.
Lembre-se: quando a maioria dos caças aliados que atuaram no pacifico estão no limite do estol, o Zeke esta na sua melhor condição de manobra.



IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #14 Online: Agosto 09, 2008, 03:42:50 pm »
Ta 152 H1

O Ta 152 é um interceptador para  altitude. Basicamente, um caça espacial. Sua taxa de subida, velocidade no ar(real) e maneabilidade é melhor que qualquer dos caças modelo P (suponho que ele esteja se referindo aos P38, P47, P51 etc.)

Ficha Técnica:

•   Motor: Jumo 213E refrigerado a água, V 12 invertido, 1.287 kW com MW50.
•   Velocidade máxima: 900km/h
•   Peso Maximo para decolagem: 5053kg.
•   Melhor velocidade de manobra: 384 km/h
•   Melhor razão de subida: 15.34 m/s
•   Melhor velocidade de subida: 266 km/h
Armamento:
1.   mk 108 canhão de nariz (30mm)
2.   151/20 metralhadoras montadas nas asas (20mm)

É a regra mais simples para o Ta 152: suba ALTO! Quanto mais alto estiver, melhor vai se sair em um combate. Se alguém o ver e for estúpido o suficiente para tentar te alcançar, acabe com ele.  Se alguém estiver acima de vc; a menos que esteja acima de 7000m, desengaje, ganhe mais altitude e depois volte para o combate. A maioria dos aviões perdem performance nas altitudes em que vc ganha performance. Se puder evitar, não vire, mas não tenha medo de virar acima de 7000m. Vc é dono dos céus em altitudes onde aparece “trilha de fumaça”. O Ta 152 é muito econômico, portanto não precisa subir com mais que 50% de combustível. O MW50 é apenas uma reserva, especialmente pq vc não precisa dele para ter uma performance excelente. Use-o apenas se estiver fugindo de alguém.
As metralhadoras das asas estão colocadas bem próximas do nariz, é uma boa aumentar a convergência delas um pouco alem do normal, eu regulo a minha para 300m para metralhadoras e canhão. Eu prefiro usar as metralhadoras contra caças e guardar os canhoes para alvos maiores. Por ter 151/20 vc só precisa de 4 ou 5 acertos para destruir um caça. Se ele estiver lutando com vc na sua altitude ideal (acima de 5000m), destruir um ou dois controles do seu oponente é o suficiente para abater-lo. Vai ser uma longa e agonizante morte, tentando pilotar seu avião debilitado de volta pra base sem sucesso. Use a 108 (canhão) se estiver com raiva...rs.
O segredo é ficar alto. Eu gasto quase 10 minutos para ganhar altitude antes de engajar em combate. Não entro em combate abaixo de 6000m, sem chance! Se tiver alguém acima de vc, vc esta ferrado.
Devido a sua excelente velocidade de mergulho, vc deve voar como uma águia mergulhando nas suas presas. Se vc for o avião mais alto no mapa (esse é o melhor lugar para estar com um Ta 152), vc é intocavel. Vc tem que saber gerenciar seu motor e nunca exceder 890 km/h e se for bom de mira vai abater muitos e com facilidade. Vc é  como uma ave de rapina e os outros aviões são coelhos. Se vc dominar esta tática será invencível.
Mesmo se a briga estiver no deck (2000m ou menos), vc ainda pode atacar usando B&Z. diminua a potencia, fique abaixo de 880 km/h durante o mergulho, escolha o alvo, dispare e suba novamente com tudo para sua altitude inicial. Ninguém vai conseguir te seguir.

Postado por 453_Steele
Cometario:
Postado por VMF-214_Pappy

Concordo plenamente com o HaVok. Pouquíssimos combates acontecem acima de 6000m, eu costumo voar entre 3000 e 5000m e acima da maioria dos pilotos no SOV, raramente encontro um piloto acima de mim. Se eu estiver em um caça de altitude e meu oponente não esta, sempre tento puxar ele pra cima, pra fora do seu envelope de desempenho. É muito difícil fugir de um inimigo se vc esta preso no deck, não sobra espaço pra manobrar. E porque todo mundo faz isso? Não sei, talvez seja sede, eu fiz quando comecei a jogar mas não mais.  No deck, qualquer companheiro que mergulhar para ajudar esta a perigo também. Lembre-se ALTITUDE = ENERGIA e qualquer bom piloto de caça não quer nunca ficar sem ENERGIA. Já me salvei inúmeras vezes mergulhando pra fugir de um inimigo, se eu estiver no nível do mar não tenho essa opção. Eu costumo voar caças que são geralmente B&Z e caças de energia, mas eu piloto todos os caças dessa forma. Se eu estiver voando um Spit, um Zero ou um La 7 eu tenho sempre em mente o fator E, sempre conservando energia, eu vou virar, mas nunca entro em uma briga de curvas e gastar toda minha E.  Na maioria das vezes eu não viro mais que 90 graus, se eu não conseguir o tiro, prolongo minha passada e subo para uma nova passada.
Outro detalhe importante: qualquer avião é capaz de acompanhar outro nos instantes iniciais de uma curva (ou seja, eu consigo virar meu FW o suficiente pra soltar uma rajada contra um Spitfire que curva muito no inicio da virada). É a curva constante que mata o FW contra o Spit. Já escutei muitas reclamações, como é possível esse FW virar comigo! Tudo depende da velocidade de razão de curva de um avião. Por isso, não se surpreenda se um P38 conseguir acertar um tiro de deflexão no seu Zero nos momentos iniciais daquela curva mais que fechada, se vc quebrar tarde demais ele vai te pegar. Agora, faça isso entre 500 e 1000m de distancia e o P38 não vai conseguir acompanhar a curva. Se vc virar abaixo de 500m de distancia o P38 vai ter uma razão de curva inicial suficiente para disparar uma rajada em vc. Alguns aviões viram muito bem a baixa velocidade e outros em alta velocidade: senta o cacete num Zero e vc vai ver que ele não vira, não rola, fica muito lerdo quando rápido, mas senta o pau num P47 que ele vira que é uma beleza.
Pesquise um pouco sobre seus aviões preferidos e também aqueles que vc deve enfrentar. Conheça os pontos fortes e fracos de cada um, use seus pontos fortes a seu favor e explore as fraquezas dos seus oponentes. Isso é a chave pra melhorar. Tenha paciência, vc não precisa seguir aquele fumando ate sua morte, acerte ele e desengaje, viva para combater outro dia. As vezes alguém vai derrubar o avião que vc acertou, acontece, não da pra evitar isso. Mas no fundo no fundo, voe como achar melhor, se vc gosta de dogar, dogue, mas conheça o avião que vc esta voando e aqueles que esta enfrentando, não fique reclamando de um modelo no servidor, qualquer avião pode ser letal nas mãos certas!


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #15 Online: Agosto 24, 2008, 06:47:55 pm »
P-51

talvez o avião mais polêmico do jogo, ou vc ama o P-51 ou vc odeia ele....consegui um texto com algumas dicas sobre esse mito de Segunda Guerra....

Escrito por faucon, Agosto de 2008
Traduzido por: =FN=Montoro

  Vou começar com algumas dicas sobre o P-51, quem souber de mais alguma coisa, por favor, adicionem ou me corrijam.

  Primeira coisa importante: o P-51 não presta somente para B&Z.  O P-51 pode engajar em qualquer tipo de combate: desde combate de curvas em baixa velocidade até B&Z, mas não vá querer entrar em um combate de curvas lento contra um Zeke (Zero)!!! Digo isso somente a baixa velocidade, porque todos sabem que o P-51 da conta do Zero em alta velocidade... tem grande maneabilidade em alta velocidade!  Por isso é um excelente caça para “dogfights”, dá pra virar com um Fw 190, Me 109... Ki 84, J2M.
  Tente evitar combates em baixa velocidade, não é uma missão impossível, especialmente contra um 190, mas é sempre difícil e perigoso.
Há, na verdade, um grande problema com o P-51: estol dinâmico. Não é como o Spit, onde isso só acontece em baixa velocidade, no P-51, abaixo de 300-350 mph isso pode acontecer. Pode ser um problema para pilotos iniciantes, mas pode ser bem empregado por um piloto experiente (uma volta dentro de um estol dinâmico pode fazer vc perder muita velocidade).

  Diminua o passo da hélice para ter melhor aceleração nos mergulhos (reduza devagar, eu uso 0% para mergulhos verticais e 50% para 45° de mergulho, mas não sei qual o melhor ajuste), use os flaps se precisar.
  NUNCA, OUVIU, NUNCA ataque um bombardeiro pelas 6 horas, apenas alguns tiros de 7.92mm são suficientes para acabar com seu motor, então imagine o estrago que as 20 mm de um G4M podem fazer!!!!

  Use movimentos SUAVES no seu joystick!!!
  Mantenha sua velocidade acima de 250 mph.

  Um avião muito simples, mas lembre-se de nunca puxar forte o manche, isto é muito importante... acho que é por isso que alguns pilotos não voam o P-51.

  ARMAMENTO: 12.7mm são armas de “longo” alcance, o que não quer dizer que sejam ineficientes a curto alcance. Eu ajusto minha convergência para 240m, para tiros de curta distância eu miro com as metralhadoras da esquerda ou da direita sozinhas. Aqui vai uma lista dos aviões mais difíceis de derrubar para os mais fáceis e o tempo de disparo necessário para abater cada um com 6x12.7 mm:
     Fw190, Ta152, N1K2 (+2seg)
     Ki84, Bf109, J2M (-2seg)
     Ki61, Ki100 (+1seg)
     A6M, Ki43 (-1seg)

  P-51 VS Fw 190: vc é mais veloz, a não ser contra o D9, vc tem uma razão de curva um pouco melhor/igual ao Fw 190, melhor aceleração, e melhor razão de subida, a não ser contra o D9, o A9 também é muito perigoso. O Fw 190 tem uma taxa de rolagem nojenta e 4 canhões de 20 mm. Muito cuidado ao engajar um Fw, 10x10 ou 1x1. O Ta 152 vira tão bem quanto o P-51.

  P-51 VS Bf 109: vc é mais veloz, a não ser contra o K4 em grandes altitudes, melhor razão de curva em alta velocidade (cuidado para não blackout) e a mesma razão de subida. O 109 têm melhor razão de subida, razão de curva e aceleração em baixa velocidade. Resumindo: o P-51 é melhor em alta velocidade, o 109 é melhor em baixa velocidade. Mantenha sua velocidade acima de 250 mph e altitude suficiente para poder escapar com um mergulho se a coisa apertar.

  P51vsN1K2: Vc e muito mais veloz, mas o N1K2 é muito mais manobrável em qualquer velocidade, ou seja, só use de B&Z contra o N1K2. Vc consegue fugir com um mergulho.
 
  P51vsKi84: adversário difícil, vc é um pouco mais veloz, tem a mesma maneabilidade em alta velocidade. Tente engajar com vantagem e nunca entre em combate de curvas contra o Ki84.  O Ki84 tem a melhor razão de subida de todos os aviões do jogo, cuidado. Dá pra escapar com um mergulho, mas cuidado com a aceleração do Ki84.

  P51vsJ2M: o mesmo que o Ki84, o J2M vira menos que o Ki em baixa velocidade. Vc consegue fugir com um mergulho, mas é difícil.

  P51vsKi100: vc é muito mais rápido, mas ele vira o mesmo tanto que vc. Evite combate em baixa velocidade. É um alvo fácil. Da pra fugir com um mergulho.

  P51vsA6M: única vantagem do Zero é sua razão de curva em baixa velocidade. Alvo muito fácil. Da pra fugir com um mergulho tranquilamente.

Minha (faucon) opinião pessoal: o P-51 no jogo e bem próximo ao real, exceto as .50.






FLY HIGH





« Última modificação: Maio 27, 2009, 08:18:55 pm por =FN=Montoro »


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #16 Online: Agosto 24, 2008, 08:36:20 pm »
  Mira Giroscópica K14 para o P 51 20NA e YP-80 (se estiver usando os mods, até alguns Spits tem essa mira)


este post esta nos assuntos internos, mas como estamos falando do P-51, achei interessante postar ele aqui tb....


  Bom , eu estava besbilhotando alguns foruns e vi esse tutorial sobre a mira do P 51. Fiz uma tradução do texto pra quem não conhece o sistema!
este é o link para o forum de onde tirei estas informações:
http://mission4today.com/index.php?name=Knowledge_Base&op=show&kid=289


Uma mira com giroscópio calcula quanta deflexão é necessária para acertar o inimigo, tudo o que vc tem que fazer é colocar a mira sobre o alvo e disparar. Funciona assim:
* vc utiliza os mesmos comandos de controle para bombardeio nivelado:
    **Bombsight Automation Key(TOGGLE SIGHT MODE) = alterna a mira entre fixo, giro, e fixo com giro
    **Increase/Decrease bombsight velocity = alterna entre o tipo de aeronave inimiga, Bf- 109,Fw-190, He-111 etc.
    **Increase/Decrease bombsight alt. = aumenta de diminui a distancia até o alvo, usado pelo computador de bordo para cálculo da deflexão.

 Vamos imaginar uma situação de combate envolvendo um P-51 equipado com uma mira K 14.
Vc esta em voo nivelado qdo seu ala avisa pelo rádio "caças, 10 horas alto!", imediatamente vc quebra e ve um Fw 190 abrindo fogo....supondo que nao foi atingido, manobre e entre em posição de tiro, ative a mira se ainda não estiver ativada, Toggle sight mode, eu prefiro fixo+gyro pq em curvas de alto G a mira do gyro some, e selecione Fw-190 usando Increase/Decrease bombsight velocity.

Uma vez na 6 do inimigo, mantenha a mão sobre os controles para aumentar/diminuir distancia, Increase/Decrease bombsight alt. Faça o seguinte: ajuste o 'piper', a mira que move, de tal forma que ela fique do tamanho das asas do inimigo.

Ao manobrar tente manter a mira em cima do alvo, mantendo a envergadura dentro do limite da sua mira. A mira vai se mexer de acordo com suas manobras, é o gyroscopio funcionando, qdo a mira estiver sobre o alvo dispare.  Ela não vai permanecer sobre o alvo por mais de um segundo, portanto continue manobrando.

ATENçÃO: O 'piper' não rastreia o inimigo, ou seja, nao vai acompanhar o avião inimigo como um missil. É vc que tem que manobrar seu avião para manter o inimigo na sua mira.  Aos poucos vc acostuma com a mira e logo logo nem vai mais precisar dela para acertar o alvo.

FLY HIGH!


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #17 Online: Setembro 11, 2008, 10:14:46 pm »
                     DICAS PARA BOMBARDEIO DE MERGULHO


... que tal nivelar após o mergulho?  :wacko:  :wacko: ...hehehe...brincadeira  ^_^  B)  &lt;_&lt;
Galera, eu não testei essas técnicas, especialemente com o Ju-88.....

vamos ao que interessa:

Bombardeio de mergulho:

•   Ajuste o “delay” da bomba entre 2 e 5 segundos, tempo suficiente para sair da área de impacto.
•   Prepare seu ataque de forma que vc ataque vindo do território inimigo e nivele na proa da sua base.
•   Mergulhe de 10, 000 (3, 000 m) a 15, 000 (4, 500 m) pés de altitude, isso vai lhe dar tempo para acertar seu avião no mergulho e mirar.
•   Use os freios aerodinâmicos somente para evitar que o avião ultrapasse a velocidade máxima de mergulho.
•   Nivele acima de 1,500 pés ( 500 m) mas mantenha seu nariz para baixo para ganhar um pouco de velocidade pra sua fuga.


O que NÃO FAZER!

•   Nunca use a mesma rota.
•   Nunca faça mais do que uma passagem.
•   Nunca, mas nunca mesmo, ataque o mesmo alvo duas vezes!

Eu estou sempre desobedecendo as duas ultimas , e normalmente sou abatido!

Dá pra aumentar as chances de sobrevivência se usar à tática de “skip bombimg”, e fizer uma curva descendente durante mergulho de ataque.

•   Ajuste a potencia para 100%.
•   Inicie seu ataque a 10, 000 pés (3, 000 m) de distancia, com o alvo acima da sua asa.
•   Quando tiros começarem, inicie um mergulho em curva.
•   Tente manter seu avião abaixo da velocidade máxima.
•   Execute uma curva de 90 a 120 graus para colocar o alvo na mira.
•   Procure nivelar a ½ milha (1, 000 m) do alvo, 200 a 50 pés (60 a 15 m) de altitude.
•   Solte as bombas normalmente e “salte” sobre o alvo e mergulhe de novo virando levemente para um lado, saindo do alcance das armas.

Não vai funcionar todas às vezes, mas a alta velocidade significa que os caças inimigos vão demorar mais tempo para te alcançar.
A velocidade e a mudança de posição em 3 dimensões significa que vai ser mais difícil para a artilharia do navio te manter na mira.
Já fiz ataques assim tantas vezes que raramente sou abatido por AAA durante um ataque. Já quando tento um mergulho em linha reta, quase sempre sou abatido antes mesmo de soltar as bombas.

   escrito por:Linus 68



Não use o leme para alinhar com o alvo, isso faz com que vc derrape com o avião e sua mira não aponta para o verdadeiro sentido de movimento.  Lembro ter lido relatos de pilotos de P-40 que diziam:” nós rolávamos o avião para manter o alvo na vista, passávamos  do alvo, reduzíamos a potencia e puxávamos o manche para iniciar o mergulho”.

Bombardeio com o Ju-88, método tirado do README do patch 4.03:

1.   Feche o radiador.
2.   Mude o passo da hélice para 100%/Auto.
3.   Ajuste a velocidade na mira para a velocidade estimada na hora do lançamento (pode ser ajustado durante o mergulho).
4.   Ajuste a altitude da mira, por exemplo, 800m.
5.   Centralize o trim (no Ju-88 marcas vermelhas).
6.   Acione o freio de mergulho ( isso também trima o avião para o mergulho).
7.   Abaixe a potencia para 0%
8.   Mire com o anel superior da mira e fique de olho no marcador para mergulho “krawatte” abaixo da mira na linha vertical.
9.   Mantenha o alvo na mira (anel) ate escutar o alarme de baixa altitude.
10.    Levante o nariz até que o marcador para mergulho fique em cima do alvo. Mantenha firme por um instante.
11.   Aperte o botão para soltar as bombas (isso inicia a saída do mergulho centrando o trim).
12.   Recolha os freios aerodinâmicos.
13.   De potencia aos poucos para evitar de forçar demais os motores com sobre-giro.
14.   Abra o radiador e ajuste o passo da hélice para cruzeiro, se necessário.

Escrito por IllegleBeagle agosto 2008



FLY HIGH


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #18 Online: Setembro 22, 2008, 03:47:58 pm »
           F6F-3 Hellcat 1943


         VISAO GERAL:

  Velocidade máxima: 800 km/h
  Velocidade de estol: 135 km/h
  Melhor velocidade de curva: 338 km/h
  Melhor tempo de curva: 21,12 seg.
  Melhor velocidade de subida: 230 km/h
  Melhor razão de subida: 16,34 m/s
  Melhor altitude para combate: 6000 a 7000m

          ARMAMENTO:
 
  6 metralhadoras Browning calibre 50 (sendo 4 metralhadoras com 270 tiros e 2 metralhadoras com 400 tiros).
  Armas adicionais: bombas de 500 lbs, 1000 lbs e foguetes HVAP 5”.

    Este é um avião complexo, mas muito bom depois que vc aprende a usá-lo. É um caça bombardeiro pesado, projetado para carregar grandes quantidades de foguetes. Um carregamento de foguetes HVAP 5” e uma bomba de 1000 lbs são suficientes para afundar um destroyer. Sem carregar armamento extra o F6F é um excelente caça para B&Z. Como é mais utilizado no Teatro do Pacífico, vc vai enfrentar aviões Japoneses, portanto combate de curvas esta fora de cogitação. NÃO ENTRE EM COMBATE DE CURVAS CONTRA AVIOES JAPONESES!!!! Use sua velocidade, o F6F é pesado, mas tem um motor muito forte e um excelente BOOST. Ele pode superaquecer por bastante tempo, mas demora a esfriar.
    É um avião muito robusto, agüenta muita surra. Vc também pode “sentar o pau” nos Zeke, apenas uma rajada de .50 e o Zero ascende como um isqueiro Bic (não falha nunca! hehehe). Vc tem bastante munição e 6 metralhadoras .50, da pra experimentar alguns tiros de deflexão. Vc consegue montar uma grande barreira de balas em poucos segundos, e só precisa de alguns tiros para derrubar um Zero.
    Em grandes altitudes o Zero não vai durar muito tempo, o piloto japonês esperto sabe disso e não vai ate lá em cima.....mantenha a sua altitude.
    Um bom piloto de F6F vai circular sua base ate atingir 4000m pelo menos, e só depois, seguir em direção as linhas inimigas mantendo a atitude de subida o tempo todo. O F6F se comporta muito parecido com o Bf 109 e o cockpit tem uma arquitetura similar. Vc tem um Supercharger de 3 estágios, o que te da uma grande ajuda.
    O Ki-61 já é bem mais perigoso que o Zero, entre 3000 e 4000m eles vão te alcançar! Seu armamento é mais perigoso que o do Zeke, tem menos munição, mas maior calibre nas armas.
    Este avião é para aqueles pilotos que adoram aviões pesados. É o Rambo dos aviões, da pra levar bombas e foguetes suficientes para afundar uma pequena frota e derrubar sua escolta aérea e voltar pra casa pra contar pros amigos, isso se vc for bom o suficiente....hehehe. Agüenta uma surra e é capaz de dar uma também, mas não tente fazer curvas com ele. Vc esta voando um avião muito veloz, nenhum A6M consegue te alcançar em nenhuma altitude. É só não fazer curva que esta tudo bem.

           RESUMO:
  PRÓS:
  •   Agüenta muito castigo
  •   Carrega muito armamento – muita munição e muitas bombas
  •   Veloz para sua época.
  CONTRAS
  •   Não faz curva de jeito nenhum, desempenho mínimo em curvas
  •   Perde muita velocidade quanto carregando bombas extras.


             CURIOSIDADES:

    Na verdade, dá pra virar com um Zero em alta velocidade, acima de 300 mph, mas é desaconselhável, já que o Hellcat vai perder muita velocidade e o Zeke vai manter a sua velocidade.
    A função do F6F era defesa da frota.....supremacia aérea. O mesmo papel do famoso F-14. Sim o Hellcat derrubou mais aviões inimigos que qualquer outro caça da Marinha. De um total de 6.447 aviões inimigos destruídos por pilotos de porta-aviões, nada menos que 4.947 foram abatidos por Hellcats. Esse numero sobe para 5.156 se levarmos em conta os pilotos de F6F com base em terra e os dos fuzileiros navais, ou seja, quase 80% da vitorias aérea, uma razão de 19:1.
O Hellcat foi projetado bem antes que a Grumman ouvisse falar em A6M2. Começou como um Wildcat melhorado em 1938. Em meados de 1940 já tinha evoluído para o G-10 e o protótipo encomendado em junho de 1941. O interessante é que apesar dos resultados terem sido publicados, ninguém acreditava nas características do avião descrito, nem sua velocidade e nem do teto (do A6M2).
A opinião dos fabricantes americanos e dos militares era de que p desempenho do Zero estava sendo altamente exagerado e que nenhum japoronga de olhinho puxado jamais conseguiria pilotar um avião que fosse melhor que o P-40 e o Wildcat (F4F), e muito menos iriam dar conta de fabricar um.
    Esta atitude deu de cara com a verdade em dezembro de 1941. E mesmo assim, comandantes Americanos nas Filipinas continuavam a menosprezar o alcance dos Zeros, acreditavam que os Zeros que estavam atacando vieram de porta aviões 200 milhas das Filipinas e não da base aérea de Formosa.



postado por 453_Steele e comentado por Havoc e Dusty
tradução: =FN=Montoro


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #19 Online: Novembro 17, 2008, 07:26:37 pm »
  Achei este texto a um tempo atrás, infelizmente nao anotei o site, provavelmente do SimHQ, nao lembro.....


Voando em Formação: Uma Introdução Escrito por "CRUTCH'
Tradução: =FN=Montoro
 by 100th_Alien on Fri May 12, 2006 1:34 am

VOANDO EM FORMAÇÃO
Por que será que raramente se vê formações voando nas arenas online? Com certeza, dá trabalho organizar uma formação e é necessário ter um bom nível de habilidade para mante-la, sem contar com as limitações do simulador para vôos bem próximos. Com má liderança e pouca habilidade entre os pilotos as formações se desfazem com uma simples mudança de curso, que diria de um ataque inimigo.

Apesar disso tudo, vôo em formação é uma parte vital do combate aéreo. Da mesma forma que um esquema tático pode alterar a qualidade da defesa e do ataque no futebol, o mesmo acontece com as formações aéreas, elas aumentam a efetividade das manobras de ataque e defesa.

Alem do mais, existe o fator de intimidação que uma formação bem executada tem. Todos concordam que um bombardeiro voando sozinho é um alvo fácil quando avistado por caças inimigos, mas se este caça encontrar três bombardeiros voando junto em formação cerrada, com certeza o piloto vai hesitar em iniciar um ataque.

Se deparar com um grupo de caças inimigos já é ruim, agora se eles estiverem em formação, vc já sabe que é um grupo que deve ser evitado, a não ser que vc esteja num grupo também...

Esta série sobre vôo de formação abordará os aspectos de uma formação, posição dentro da formação, liderança e tipos e usos de formações.
Os posts estão em formato didático, mas todos são encorajados a compartilharem suas duvidas e opiniões...


Estilos de Formação
Já voei com varias formações, bombardeiros e caças, ao longo dos anos e já vi praticamente todos os estilos usados. Eles variam de um bando de pilotos voando junto mais ou menos no mesmo espaço aéreo até algumas formações bem sofisticadas.
A mais comum nas arenas é aquele grupo onde todos ficam disputando posições em relação a um piloto “líder”. Não é algo bonito de se ver, mas levas todos de A a B com o mínimo de esforço. O problema é que este bando normalmente esta espalhado por vários quilômetros e há muito pouca coordenação entre a frente do bando e sua retaguarda.  Para caças isso não é um problema, eles podem se defender caso seja necessário, mas um grupo de bombardeiros espalhado por vários quilômetros perde a vantagem da superioridade numérica. Uma formação de bombardeiros dessas é a mesma coisa que um grande cartaz dizendo “ALVO FACIL”!

Outro grupo são as formações semi-organizadas. Esta formação tem cada piloto voando com um ala designado, mas todos ainda estão se valendo de um piloto líder para executar as manobras. Isto oferece um pouco mais de proteção para os pilotos de bombardeiros, mas não é tão eficiente como poderia ser.  Estas formações são caracterizadas por um grupo grande perto do líder e uma pequena “cauda” de desgarrados seguindo.  Geralmente o posicionamento não é o mais importante e pilotos que iniciaram o vôo do lado direito vão migrar para o lado esquerdo e vice-versa. Apesar de não ser um erro fatal fica difícil para o líder saber qual caça destacar para engajar determinado bandido. Suponhamos que o líder aviste bandidos à esquerda e ele destaca o caça X para engajar, mas se o piloto X tiver migrado para o lado direito da formação, ele se encontra fora de posição para engajar os bandidos. Este atraso pode ser a diferença entre manter um bandido afastado do grupo principal ou ter o grupo principal atacado.

Por fim as organizações formais, normalmente esquadrões. Estes grupos passam horas treinando e aprimorando suas habilidades para um bom trabalho em equipe. Eles tem lideres definidos e os alas sabem exatamente o que devem fazer. As manobras são limpas e não há desgarramento ou troca de posições entre os elementos.  Estes pilotos esta mostrando para qualquer adversário que a luta ali vai ser muito difícil, caso ele seja tolo o suficiente para engajar. As habilidades para este tipo de formação se traduzem nas habilidades necessárias para um bom trabalho do elemento líder e do seu ala.

Esta matéria é composta de cinco partes, a próxima parte será sobre Liderança.



FLY HIGH


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #20 Online: Novembro 18, 2008, 09:57:46 am »

   VOANDO EM FORMAÇÃO
          LIDERANDO
 
 
 by 100th_Alien on Fri May 12, 2006 10:36 pm
Traduçao: =FN=Montoro


A responsabilidade sobre o sucesso ou fracasso de uma formação cai nos ombros de um piloto somente, o líder de formação.  Bons pilotos talvez sejam capazes de manter uma formação ao seguir um líder fraco, raro, mas possível.  Um bom líder é capaz de manter uma formação com pilotos ruins de forma satisfatória.

Como um bom líder consegue fazer isso? Com comunicação, planejamento e conhecendo os limites daqueles que o acompanham. 

Comunicação:

O líder DEVE comunicar suas intenções ao grupo com tempo suficiente para que o grupo se prepare para a nova manobra ou ação. Ele não deve simplesmente dizer “galera, precisamos fazer uma curva a esquerda de 30 graus”.  Este tipo de comando com certeza vai espalhar a formação por alguns quilômetros.

Em primeiro lugar, o líder deve ter certeza de que todos estão sentados a frente do PC e não cuidando de algum problema do cotidiano (cozinha, banheiro, esposa, filhos, telefone, etc.).  Uma checagem de radio rapidamente lhe diz quem esta presente. Agora que vc tem a atenção de todos, vc pode dizer o que quer que façam.  Proa, potência, mudanças de altitude e como vc quer que essa mudança seja executada.  Por fim, vc ordena a execução da manobra.

O líder deve sempre fazer relatórios periódicos informando a proa, altitude, potencia e velocidade. Isso ajuda quem esta desgarrado a se aproximar do grupo com maior facilidade.

O líder pode ajudar qualquer um que esteja com problemas em manter a posição na formação.

O líder é o responsável em coordenar o vôo com outras formações, caças e bombardeiros são as mais comuns, mas também pode ser caça com caça ou bombardeiro com bombardeiro.

O melhor jeito de se comunicar é por áudio. Este sistema pode ser interno do jogo ou externo com um teamspeak. Há também um sistema de mensagens de texto que também deve ser utilizado, especialmente se há pilotos de diferentes nações voando junto, isso evita desentendimentos por causa de pronuncia ou sotaque.

Planejamento:

Não faz nenhum sentido elaborar missões complexas se vc não tem pilotos experientes o suficiente para dar conta do recado.  Isso é mais importante para as formações de bombardeiros, os caças tem maior flexibilidade, pois não tem necessariamente que manter a formação intacta para que ela funcione bem.

O primeiro passo do planejamento é ter certeza de que todos os pilotos estão na mesma base, tem o mesmo avião, o mesmo carregamento e todos saibam o que vão fazer na missão.  Mantenha em mente que sempre vai ter um ou dois pilotos que estão perdidos de alguma maneira.

As formações de bombardeiros devem levar em conta algumas considerações que os pilotos de caça não precisam.  O mais importante em uma formação de bombardeiros e conseguir colocar todos os pilotos em um ponto no espaço de onde a formação tenha um curso em linha RETA até o alvo. Este ponto deve ser afastado o suficiente para permitir que os pilotos desgarrados voltem pra formação e de a todos tempo suficiente para estabilizar suas aeronaves e regular o equipamento de mira. É claro que este trajeto deve maximizar o numero de alvos a serem atacados com uma passada do grupo.

Pontos comuns de liderança

Nunca use potencia máxima para voar em formação. É sempre bom dar aos pilotos uma margem para manobrar, para ajudar a manter a formação, 80% de potencia é o ideal.  A razão de subida vai ser menor, leve isso em consideração durante o planejamento da missão. A potencia base da formação pode ser aumentada (de 80% para 90 ou 95%), se e somente se, a formação não tiver de fazer nenhuma curva e se TODOS estiverem nivelados e em posição na formação.

Confirme a presença de todos os pilotos antes de executar mudanças radicas.  Isso não é vida real e vc deve levar em conta que alguém pode estar lidando com algum problema dentro de casa e não esta prestando atenção no vôo.

Caso necessário, repita os comandos em texto, isso diminui a confusão de comandos de voz ruim.

Periodicamente reporte o status da formação se vc tiver pilotos desgarrados.

Destaque um ou dois pilotos para te ajudar, por exemplo: vc quer nivelar da subida quando estiver a 20 000 m. Peça a seu ala #1 para te avisar faltando 5000m para nivelar. Assim vc tem um backup. Vc pode fazer isso com navegação também.

Tente não usar curvas de 90 graus em formações com pilotos inexperientes. Três curvas de 30 graus são mais fáceis para a formação executar sem se desfazer do que uma longa curva de 90 graus.

Seja um professor, tente ajudar quando puder. Isso vai criar uma base de pilotos treinados para formação que vão conseguir voar com os melhores.

Finalmente, lidere por exemplo. Se executar uma mudança de direção, acerte a nova direção de primeira. Não perca tempo procurando a nova proa. Se quiser mudar de altitude, acerte a altitude desejada de primeira. Quanto mais vc demorar em acertar a direção e altitude, mais difícil será para a formação achar o ponto de partida para se manter em formação na nova rota.

Não há nada como a sensação de ver uma formação funcionando bem, isso vale a pena por todo o esforço.

Nunca se esqueça, são os pilotos da sua formação que fazem VC ficar bem na fita!!!




FLY HIGH


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #21 Online: Novembro 21, 2008, 12:24:41 am »
VOANDO EM FORMAÇÃO

Manobrando

by 100th_Alien on Sun May 14, 2006 2:57 am
Traduçao =FN=Montoro

Não há nada mais triste do que ver uma formação se desfazer por causa de uma simples curva.

Existe tantas maneiras de errar numa curva que chega a ser assustador. Arrume um companheiro e tenta alguns destes exercícios. Em cada exercício use o mesmo avião, quantidade de combustível e armas. O setup inicial deve ser o mesmo para cada exercício: inicie um vôo nivelado rumo norte , proa 000, em formação de linha de frente tática com separação de 100 metros. Linha de frente tática significa que vc deve voar as 3 ou as 9 do seu ala.

Em cada exercício, voe por instrumentos, não olhando para o outro.

1)   Vc vai inclinar para esquerda 45 graus e manter uma curva de 90 graus. Seu companheiro vai inclinar 30 graus para esquerda e manter uma curva de 90 graus. NÃO PUXE O MANCHE, apenas sustente a inclinação.

2)   Desta vez vcs dois vão inclinar 45 graus a esquerda e manter uma curva de 90 graus. Desta vez , VC puxa o manche e mantenha uma força 1,5G enquanto seu companheiro apenas mantém a inclinação.

Cheque seu espaçamento após cada exercício, repare se mantiveram a mesma posição ou altitude.

Da pra perceber quanto complicação apenas duas variáveis tem em uma curva de 90 graus? Agora imagine o efeito disto quando há 5 ou 10 vezes o numero de aviões na formação. É por isso que formações AD-HOC ( um monte de pilotos que normalmente não voam juntos) tem tanta dificuldade nas curvas. Esquadrões normalmente definem  um valor padrão para as curvas em formação e trinam até conseguir executar de olhos fechados.

Pode-se adotar um padrão universal para ajudar na integração de diferentes esquadrões em grandes campanhas de guerra.

Normalmente nos usamos sempre o líder como referencia, mas vão haver momentos em que vc perdeu contato visual com a esquadrilha e vc tem de voar por instrumentos ( bombardeiros espalhados ou caças fazendo ataques).

Alguns detalhes para ajudar nas manobras: aviões do lado de dentro da curva devem diminuir a potencia para não sair da curva na frente de todos. Aviões do lado de fora da curva devem aumentar a potencia para não ficarem para trás. O líder deve lembrar todos de alterar a potencia antes de iniciar a monobra.

Se vc já viu uma banda marchando ou um desfile militar vc já viu esta técnica sendo empregada.  Ao fazer uma curva de 90 graus, os homens da parte externa da formação tem que dar passos maiores pq eles tem uma distancia maior a percorrer, já quem esta na outra ponta apenas marca o tempo enquanto a coluna termina de fazer a curva.

Ângulos de inclinação pequenos geram uma curva longa, reduzindo a diferença de velocidade  entre as extremidades da formação.
Uma formação comprida ou longa tem um problema a mais: imagine uma fila de 10 caminhoes seguindo na estrada, o primeiro caminhão via a direita e entra numa via secundaria. Imagina o problema se todos os caminhões resolvessem fazer a curva na mesma hora que o líder fez??? Imagina o trabalho para colocar todos de novo em fila...mas isto não acontece porque temos a estrada e todos sabem que tem que esperar chegar na curva para virar....

O mesmo processo TEM QUE ser observado em uma formação longa. Cada piloto deve esperar ate chegar naquele ponto em que o líder virou para poder iniciar a sua curva. Nada fácil quando o dito ponto é um ponto imaginário suspenso no espaço. Há uma regra geral que pode ser aplicada: para cada 100 MPH ( 160 km/h) de velocidade, vc se locomove aproximadamente 50 metros por segundo. Fazendo uma conta simples vc consegue saber quanto tempo esperar ate iniciar a sua curva.

Exemplo: vc esta a 300 jardas ( 300 metros) do líder e voando a 150 IAS. O líder inicia uma curva a direita, quanto tempo vc espera para iniciar a sua curva?

Resposta: 4 segundos.   150 IAS = 75 metros por segundo ( 100 MPH=50m/s + 50MPH=25m/s ou seja 50m/s+25m/s=75m/s) ; logo: 300 metros a 75m/s = 4 segundos. Faça esta conta de ante mão e vc não vai ter problemas quando o líder ordenar uma curva.

O exemplo acima se refere a uma curva seqüencial, onde cada piloto vira em uma ordem  especifica. Outro exemplo é a curva tática ou cross-over        (curva cruzada).  Esta manobra é muito eficiente quando bem executada mas pode destruir uma formação se não for bem executada.
 
Uma curva tática é uma forma rápida de fazer grandes mudanças de direção para 2 ou mais pilotos. Eu já vi essa manobra sendo executada por 10 pilotos em uma linha que se espalhava por 5 milhas de ponta a ponta.

A mecânica desta manobra é muito simples: o líder ordena uma curva para esquerda/direita. O piloto na extremidade mais longe do centro da curva inicia a curva, ou seja, numa curva para a direita o piloto mais distante a esquerda vira primeiro (logicamente,  o piloto da direita vira primeiro numa curva tática para esquerda).

Em sequencia, um a um cada piloto executa a curva ate todos terem virado. Um detalhe, após esta manobra, as posições vão estar espelhadas ( se vc era o piloto da ponta esquerda, agora vc esta na ponta direita). NÃO tente voltar para usa antiga posição, fique onde está.

Como saber a hora de iniciar a minha curva? Espere o piloto ao seu lado iniciar a curva e quando ele passar por trás de vc, inicie a curva. Leva tempo para saber  qual ângulo nas suas seis horas o piloto deve estar para vc iniciar a sua curva, mas é aí que o treino faz a diferença.

Nessas horas, uma padrão para as curvas ( inclinação, força G, etc.) ajuda muito. Se cada um virar do jeito que bem entender, esta manobra vai espalhar a formação toda. Eu já vi uma frente tática com dois caças se separarem por mais de 4500m tentando executar esta manobra. NÃO tente esta manobra em combate pela primeira vez.....treine, treine, treine....só quando estiver craque execute em combate.

Curvando e mantendo sua posição

Exatamente o que parece. Quando o líder ordena uma curva em posição, todos os pilotos viram ao mesmo tempo. De novo, usando uma taxa de curva padrão ajuda a manter o espaçamento e a posição na formação e mantém a formação estável.

Este tipo de curva é uma ótima maneira para o líder manipular a formação.

Exemplo:  vc esta comandando 8 pilotos em coluna rumo a proa 000 (norte). Vc recebe informações que há bandidos a sua esquerda. Vc então ordena uma curva em posição para esquerda, proa 270.  Esta manobra simples mudou a formação de coluna para frente tática, perfeito para iniciar uma varredura do setor.

Uma curva de 45 graus teria mudado uma coluna para uma formação echelon esq./dir., dependendo da direção dos 45 graus.

Outra curva especial é a lagrima (teardrop turn), tem esse nome pois forma o desenho de uma lagrima o traçado desta manobra.  Excelente para bombardeiros que precisam fazer uma segunda passada sobre um alvo.

Para executar a lagrima: vira para esq./dir. 87 graus em relação a sua proa inicial. Se a sua proa inicial era 180, sua nova proa seria 267 para a direito ou 93 para a esquerda. Assim que vc atingir a nova proa, inverta sua curva para a proa inversa da sua proa inicial, ou seja, inverso de 180 é 000.

O segredo para voltar na mesma rota sobre o alvo é:

Use a mesma inclinação durante toda a manobra, se a sua primeira curva foi com inclinação de 30 graus, a sua segunda curva também deve ter inclinação de 30 graus.

Mantenha sua velocidade constante.

Mantenha a força G constante.

Mantenha a posição do nariz em relação ao horizonte constante.

Mantenha potencia constante.

Se houver vento, ele vai te deslocar no sentido dele durante toda a curva, vc tem que compensar isso.

Recapitulando:

•   defina, pratique e use taxas de curva padrão.
•   Aguarde até alcançar a posição de curvar se estiver em uma coluna
•   Compense a potencia de acordo com sua posição na formação durante as manobras.
•   Treine, treine, treine..........vc vai ter que suar para executar com perfeição.



FLY HIGH


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #22 Online: Janeiro 05, 2009, 11:41:23 am »
VOANDO EM FORMAÇÃO

Mantendo sua Posição

Flying Formations – Station-keeping #4
 by 100th_Alien on Tue May 16, 2006 7:34 pm

  Em primeiro lugar, é bom saber com quem vc esta formando. Dos vários métodos que eu já vi online, o melhor deles é o sistema de “célula”, eu denominei assim por não saber o nome correto.....

  O elemento básico de uma formação em célula é o “Elemento”. Elementos são constituídos por um líder e um ou dois alas. O ala só tem de se preocupar com o que o seu líder esta fazendo e ficar junto com ele o tempo todo. Tudo que seu líder fizer esta “certo”e vc deve segui-lo independente da posição na formação. Desta forma, cada elemento se torna uma unidade de combate eficiente, mesmo se desgarrado do grupo principal. Esta técnica é muito importante para a comunidade de bombardeiros.

  O líder da célula é responsável por manter a formação com o líder de formação ou com o líder do subgrupo, caso a formação seja grande.

  Este sistema diminui a carga em cima do Líder de esquadrilha, pois ele coordena apenas com os lideres de célula, e os lideres de célula são responsáveis por cada ala de sua célula, ajudando no posicionamento correto dentro da formação.

  Agora que vc já sabe quem vc deve seguir, vamos falar da mecânica de como fazer isso:

  Em primeiro lugar: um bom líder vai especificar uma velocidade padrão para o vôo. Este valor deve ser usado por todos que estão em formação.     Como via de regra, velocidade de cruzeiro normal, 80% de potencia sem WEP. Os alas que estiverem fora de posição devem usar os outros 20% para entrar em formação o quanto antes. Quanto mais tempo ficar separado do grupo, mais vulnerável vc se torna aos ataques inimigos. O ala NÃO deve usar o WEP para retornar pra posição, isso deve ser guardado exclusivamente para o combate onde é mais importante e necessário.

   Segundo: use qualquer chance para “cortar caminnho” entre vc e a formação. Se eles estão subindo, nivele, se eles estão virando, feche mais a sua curva para diminuir a distancia entre vc e o grupo.

  Exemplo de subida: vc esta num B17 e esta a 2000 jardas atrás da sua formação que esta subindo com uma velocidade de 150 mph IAS.   Simplesmente aumentar a potencia não vai resolver. O Maximo que isso vai fazer é aumentar um pouco a sua velocidade e sua taxa de subida; no mínimo vc so vai aumentar sua taxa de subida sem aumentar sua velocidade.
 
  Vc precisa aumentar a sua velocidade para conseguir se aproximar do grupo. Ao invés de subir, inicie um vôo nivelado. Vc deve acelerar mesmo sem usar mais potencia no motor. Isso é uma grande vantagem caso a missão seja longa e o combustível esteja no limite. Em vôo nivelado vc deve aumentar em 50 ou 60 IAS facilmente. Isso vai te dar uma taxa de aproximação de 25 a 30 jardas por segundo, permitindo cobrir as 2000 jardas em 60 a 80 segundos. Aumentar a potencia vai diminuir este tempo mas vai lhe trazer problemas não hora de diminuir la na frente.

Após um longo minuto vc esta se aproximando na sua posição na formação, mas esta muito baixo e muito rápido....uma subida rápida resolve ambos seus problemas. Simplesmente levante o nariz e mantenha a proa da sua formação. Observe sua velocidade e sua proa. NÃO deixe que sua velocidade fique abaixo da velocidade da formação. Existe um lag entre a velocidade que vc vê e a velocidade que vc realmente esta ao retomar uma subida. Com um pouco de pratica vc se acostuma com esse lag.

  Se vc perder muita velocidade na subida vc vai ficar pra trás de novo e vai ter que repetir esse procedimento. Se vc estiver muito rápido, vc pode diminuir sua aceleração durante a subida, mas tome cuidado para não ficar abaixo da velocidade da formação.

  Exemplo de curva: vc esta num FW-190 e esta a 3000 metros atrás da sua formação. A formação atingiu a altitude de cruzeiro e esta iniciando um vôo nivelado. Para sua sorte, o líder pede uma virada de 60 graus para a esquerda para interceptar bombardeiros aliados.  Neste momento vc deve usar o WEP e virar mais que sua formação, uns 70 graus.
 
  Neste caso vc também vai ter que atentar para o excesso de velocidade quando vc se aproximar da sua formação, diminua a potencia ou use pequenas curvas fortes para sangrar velocidade, fazer o avião derrapar usando o leme também ajuda. Cuidado para não ficar abaixo da velocidade da formação ou vc vai ficar para trás de novo.

   Exemplo de vôo nivelado: esse é a pior situação para ficar fora de formação, sem nenhuma virada ou subida para poder tirar proveito. Neste caso, sua sobra de potencia é tudo que vc tem para trabalhar. Vc pode pedir para que o líder diminua um pouco a aceleração ou que execute uma ou duas curvas para vc se aproximar. Não espere ajuda desse tipo caso a formação seja grande. O líder não deve por em risco a formação em detrimento a um piloto.
  Aumente a potencia ao Maximo e aguarde, realmente não há nada mais a fazer.

  Estas técnicas funcionam tanto para grandes formações como para um vôo em dupla. Mas requerem treinamento.

  Bom, agora que vc conseguiu chegar na sua posição dentro da formação, como sem manter na posição sem ficar zanzando pela formação?

  Agora é que a porca torce o rabo, não consigo entrar em acordo com alguns pilotos: EU prefiro que o líder da formação voe como se estivesse usando algum tipo de piloto automático a maior parte do tempo. É responsabilidade do LIDER ser o ponto de referencia fixo da formação. Alem do mais, ele tem outras responsabilidades e não deve ficar dividindo sua atenção com pilotos com problemas na mecânica do vôo. Usar ou não piloto automático cabe aos lideres decidir.

  Os lideres de ala também podem usar piloto automático estando em formação. Quanto mais estável sua referencia, melhor para o ala se manter em posição.

  Não seja um chato tentando manter-se milimetricamente na posição, ninguém é capaz de fazer isso.

  Como regra geral, use 10% de “lastro”em relação a sua distancia para seu ala\lider. Se o líder pediu distanciamento de 100 metros entre aeronaves, com 10% de lastro, entre 90 e 110 metros esta ótimo. Ao chegar em um dos limites, gentilmente, GENTILMENTE faça correções para retornar para a posição. Ao invés de rolar 90 graus para mudar sua proa, incline as asas o suficiente para alterar sua proa em um ou dois graus.     Relaxe e vasculhe o céu procurando por bandidos enquanto o avião desliza para o outro limite.

  A razão principal de se voar em formação é proteção mutua. Isso simplesmente não vai acontecer se vc passar 95% do tempo obcecado com a sua posição. Cheque sua posição, vasculhe por inimigos, cheque sua posição, vasculhe por inimigos, etc. Quanto mais demorar para deslizar entre os limites da sua posição, mais tempo terá para vasculhar o céu a procura de bandidos – é isso que vc quer fazer.

  Uma coisa vc pode ter certeza: assim que vc se encaixar na posição e relaxar, a formação vai executar uma virada ou vai ser atacada por bandidos e vc vai ter de iniciar todo o processo de novo.

  Por fim, comunicação. Se vc precisar se ausentar do computador para beber água, atender o tel, conversar com a mulher etc. AVISE os companheiros que vc esta ausente, ajuda a não passar vergonha de voltar e se achar sozinho e ver a formação desaparecendo no horizonte...

    RECAPITULANDO:
  Construa a formação com elementos auto suficientes (bons pilotos).

  Saiba quem é seu líder imediato.

  Seja ativo ao retornar para a formação, não espere que seu líder lhe chame a atenção para isso.

  Uma vez em posição, não fique obcecado em manter-se milimetricamente na posição.




IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #23 Online: Janeiro 08, 2009, 08:28:16 pm »
 B)  B)  B)

   Bom turma, eis um texto ilustrado sobre tudo que foi discutido até agora sobre voo de formação, desta vez focando em caças....segue ao final um video de treinamento com dois pilotos do JG14 voando em formação, um exemplo prático de toda esta teoria. Tentei hostear o arquivo no rapidshare, mas só tem 10 downloads disponíveis neste link, se alguem puder hostear em algum outro site, poste o link aqui.....esse video é um must have.




                                Táticas de vôo com ala

           Escrito por: FS~Nate85 novembro 2008
           Traduzido por: =FN=Montoro

   Acredito que a maioria de nós (pilotos) gostaria de ver mais trabalho em equipe nos servidores. Resolvi fazer uma resenha sobre como duplas de aeronaves devem operar. Lembrando que estou me referindo a caças neste texto, pois EU costumo voar caças, mas a grande maioria do que for dito aqui também se aplica a bombardeiros, i.e: as coisas sobre formação. Detalhe: as distancias entre aviões não estão em escala nas imagens que seguem.

   Em primeiro lugar, vamos definir o elemento, que é a unidade básica de combate aéreo. Um elemento é composto por duas aeronaves. É isso mesmo, a doutrina do combate aéreo não reconhece um avião solo como tendo algum valor tático, e isso é sensato.  Não é uma boa idéia voar sem um ala, a não ser que vc seja realmente muito bom, ou muito paciente, ou todo mundo seja muito ruim, ou uma combinação dos três.  Mesmo que vc não tenho um ala designado, vc deve  pedir ajuda pelo teamspeak para qualquer um voando no seu time......isso é melhor que nada.

   A formação mais simples possível é a frente tática, onde o líder e o ala estão na posição 9\3 horas, como na figura a seguir.

                                                                     


   Essa formação é melhor empregada para vôo de cruzeiro a procura de alvos. Cada avião no elemento tem sua responsabilidade. A responsabilidade primaria do líder é a proa e procurar por alvos. A responsabilidade do ala é ter certeza de que não há alvos na seis do líder.

                                           Eis uma representação visual:

                   VERDE – responsabilidade primaria
                   LARANJA – secundaria
                   ROXO -  terciaria

                                                                         


    Manter uma formação não é tarefa fácil. O líder deve manter uma proa constante e velocidade constante, e deve anunciar mudanças de curso com antecedência para dar tempo ao ala de reagir. O líder não deve usar potencia total durante os vôo, para facilitar a aproximação do ala caso ele saia de posição, o que vai ocorrer com freqüência. Quando o ala sai de formação, há duas maneiras básicas de retornar à posição:


                   A primeira se chama CHECK TURN:


                                                             



        Simples, uma curva rápida na direção de quem esta pra trás. Vc também pode fazer um S\zig-zag para dar chance do ala se aproximar sem sacrificar a velocidade do líder.


                                                                                            ZIG-ZAG
                                                   
                                                           O ZIG-ZAG é útil caso vc não queira mudar de curso.

           Uma vez avistado o alvo, a melhor forma de iniciar o ataque seria algo assim, FORMAÇÃO ROTA:


                                                                                    ROTA
                                                   
                       Na ROTA, o líder se concentra em abater o bandido enquanto o ala se concentra em proteger a seis do líder.

          Uma formação com três aeronaves é chamada de VIC, que é o que a RAF usava durante a Segunda Guerra na Batalha da Bretanha.

                                                                            O VIC:
                                               

     Na formação VIC, quando o líder mergulhar para fazer um ataque, os outros dois alas ficam no alto, observando. Assim que o líder terminar sua passada e iniciar sua subida de volta para sua posição, o numero dois mergulha e faz uma segunda passada, de preferência, sem deixar tempo para que o inimigo reaja ou se recupere do primeiro ataque. Quando o numero dois estiver subindo do ataque, o líder já deve estar de volta em posição e o numero três inicia seu ataque enquanto o líder observa. Repita esse procedimento ate o bandido ser destruído.


     Porque se preocupar com toda essa baboseira de formação? Ta certo, vigiar áreas especificas não é muito eficiente quando o comando F6 esta habilitado, mas ajuda. Estar em formação fica mais fácil se defender de ataques inimigos. Vejamos um exemplo:

                  Digamos que vc e seu ala estejam  voando em linha de frente tática e um bandido se aproxima pela seis de um de vcs. Se for visto a tempo, vcs podem ganhar distancia lateral e depois ambos executarem uma curva de noventa graus na mesma direção, fica algo assim:

                                                     



      Como num passe de mágica agora o Spit esta no meio de vcs. Neste caso, o piloto que estiver nas seis do Spit deve orientar o piloto que esta sendo perseguido.
      De instruções claras e com calma.
      O piloto que esta perseguindo tem a melhor visão de todo combate, o piloto que esta sendo perseguido não tem visão nenhuma, por isso escute seu companheiro nessas horas....

      Caso o inimigo se aproxime entre os dois pilotos, pode-se executar um split defensivo ou uma cruzada defensiva...

                                                                 CRUZADA DEFENSIVA:
                                               


                                                                   SPLIT DEFENSIVO:
                                                 

            Estas manobras devem forçar o Spit a tomar um decisão, e mais uma vez, transforma um dos defensores em atacante num piscar de olhos.

           Ao executar uma curva mantendo a formação, vc esta realizando uma curva tática.
                                 

           A vantagem de executar uma curva tática é que vcs estão sempre em formação, ao invés de algo assim:

                                     
               O problema com a manobra acima é que o ala fica para trás, sem cobertura do líder.

   

            Dois pilotos do JG14 gravaram este filme que ilustra a eficácia do trabalho em equipe. Nele vc verá curvas táticas, formação de frente tática, e uma excelente comunicação entre os pilotos.

http://rapidshare.com/files/181163283/teamwork_port.rar.html




        FLY HIGH



IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #24 Online: Janeiro 15, 2009, 11:06:43 pm »
 :wacko:  :wacko:  :wacko:

  Bom, não adianta nada aprender um monte de manobras, dominar uma aeronave, conseguir entrar na seis do inimigo mas nao conseguir derrubar o inimigo,acertar apenas alguns tiros espalhados e ficar sem munição......ja passei por isso, estou penando pra aprender a julgar distâncias.......fiz essa tabela pra ajudar.....todos sabem que  a mira do spit é calculada de forma que quando as asas do Fw190 encostar no circulo da mira, o Fw190 esta a 100 mts de distância....levando isso em consideração da pra se calcular a distâncias de qualquer aeronave a partir do Fw190......




 Basta lembrar que se for maior que um Fw190 e estiver tocando o circulo, esta mais longe......


FLY HIGH


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #25 Online: Fevereiro 07, 2009, 01:18:59 pm »
   :mellow: mais algumas dicas sobre o P-51...... eu ainda apanho desse avião, nao da pra voar o P-51 como um Spit!!!...........que burro!! Dá zero pra ele...  :wacko:  :wacko:  :wacko:                              





                             P-51D 20Na

    Escrito por: Pegasus, Jan 2009
    Tradução: =FN=Montoro


                       Características Gerais

Tripulação: 1
Comprimento: 9,83m (32 pés)
Envergadura: 11,28m (37 pés)
Altura: 4,17m (13,8 pés)
Área da asa: 21,83m² (235 pés²)
Peso vazio: 3.465 kgs (7.635 lbs)
Peso carregado: 4.175 kgs 9.200 lbs)
Peso Máx. na decolagem: 5.490 kgs (12.100 lbs)
Motor: Packard V-1650-7, resfriado a água, supercharged, V-12 com 1.490 HP (1.111 KW) á 3.000 rpm; [77] 1.720 HP (1.282 KW) com WEP.
Zero-lift drag coefficient: 0.0163
Drag area: 3.80 ft² (0.35 m²)
Aspect ratio: 5.83

                       Desempenho

Velocidade máxima:  703 km/h (437 mph) a 7.620m (25.000 pés)
Velocidade de  cruzeiro: 580 km/h (362 mph)
Velocidade de estol: 160 km/h (100 mph)
Autonomia: 2.755 knm (1.650 milhas) com tanques externos
Teto: 12.770m (41.900 pés)
Razão de subida: 16,3 m/s (3.200 pés/min)
carga da asa: 192 kg/m² (39 lb/ft²)
peso/potência:  300W/kg (0,18 HP/lb)
Lift-to-drag ratio: 14.6
Limite recomendado: Mach 0,8
Armamento: 6 metralhadoras  .50 com 400 tiros cada arma interna e 270 tiros para cada arma externa.  Dois engates para até 2000 lbs (907 kg).

                  Informaçoes Gerais:

Este avião não é para iniciantes, o piloto tem que saber manusear o motor muito bem, manusear seu estado de Energia e acima de tudo, ser bom de  mira , claro. O q mais gosto deste avião é que da pra voar um mapa inteiro em apenas uma missão, mas é claro que vc não vai abater tantos como os spits que ficam lá embaixo....
Este modelo, ao contrario dos B/C, é primariamente um caça de BOMM & ZOOM. É possível, mas não é um caça ideal para combates  de curva a baixa altitude.

                       IMPORTANTE:

•   MANTENHA UMA BOA ALTITUDE
•   B&Z
•   Use convergência correta pra vc
•   CONSERVE SUA ENERGIA



                            DICAS

•    De 0 a 3.800m(12.450 pés) o WEP aumenta a pressão no coletor, já acima de 3.900m (12.800 pés) não adianta.
•   De 3.900m (12.800 pés) a 5.800m (19.00 pés)vc vai notar o desempenho do motor cair ao ganhar mais altiturde. Usar WEP nessa faixa de altitude não adianta nada, só superaquece seu motor.
•   Acima de 5.900m (19.400 pés)o SuperCharger de grandes altitudes começa a funcionar, á 5.900m (19.400 pés) o motor funciona como se estivesse ao nível do mar. De novo, vai perdendo desempenho ao ganhar altitude.
•   Há um truque para fazer o SuperCharger ligar antes, em 5.500 metros, ativando o WEP, use apenas se precisar de desempenho extra a esta altitude. Da pra voar o P-51 á 100% com radiadores abertos o dia todo, mas eu não recomendo B&Z com radiadores abertos.
•   Caso o motor esquentar, não há pressa em esfriar, ele agüenta bastante, de qualquer forma, prefiro um motor quebrado à um avião abatido.....para esfriar o motor, abra os radiadores e fique á 100%.
•    Sempre fique acima do seu inimigo com esse avião. Saber usar a sua Energia é vital sua sobrevivência.  Se vc não entende sobre Energia e como manusea-la, aprenda, procuro textos na net, ou vc não vai conseguir pilotar esse avião.
•   Voar com um ala é o ideal, como em qualquer avião. Sua tática deve ser sempre manter seu inimigo abaixo de vc. Faça isso mergulhando nele e forçando ele a mergulhar e queimar Energia para fugir de seus ataques. Se estiver com um ala, um atrai os inimigos para cima enquanto o outro mergulha e ataca.
•   Caso o inimigo chegue a mesma altitude que vc, sua melhor defesa é sua velocidade de mergulho. Force seu inimigo a te seguir num mergulho, use passo da hélice, feche os radiadores, só use WEP abaixo de 3.900m, se ele ainda estiver te seguindo, continue mergulhando ate atingir 820-850 km/h, use o TRIM para sair do mergulho, mude o passo da hélice para 80% em vôo nivelado para manter sua velocidade enquanto vc  se afasta do inimigo. Caso ele tenha desistido do mergulho antes, continue voando  para longe dele ate poder recuperar altitude e ficar acima dele.
•   A única exceção seria um Dora usando o passo da hélice corretamente, mas mesmo assim, se vc executou o mergulho corretamente, vc deve sair dele á 920 km/h ou mais ao atingir vôo nivelado. Os Dora não conseguem voar a esta velocidade sem perder pedaços, mas vamos imaginar que o inimigo te seguiu no mergulho, ele não vai conseguir te acompanhar, e quando vc abrir 2000m de distancia dele comece a subir, garanto q vai estar acima dele na próxima passada. Eu não fiz muitos testes em relação a velocidade máxima que a estrutura do P -51 consegue agüentar, mas sei que já voei á 980 km/h varias vezes sem perder nenhum pedaço do avião ou outro dano qualquer a estrutura. No primeiro teste que fiz, alcancei 1050 km/h antes de começar a perder pedaços das asas.
•   Não sou nenhum expert em relação ao passo da hélice, mas descobri alguns truques que ajudam muito:
        o   Em geral, 100% abaixo de 400 km/h, 90% abaixo de 500 km/h, 80% acima de 500 km/h.
        o   100% ao subir, ate alcançar a altitude desejada.
        o   Em um mergulho raso, digamos de 15 graus ou menos, mude para 80% ao atingir 400km/h.
        o   Em um mergulho forte, acima de 15 graus,  40% ao passar de 400km/h e 80% ao sair do mergulho. Siga o item 1 ao sair do mergulho para ganhar o maximo de altitude possível. Mudar direto para 100% a 600km/h não vai manter sua velocidade tão bem quanto se mudar o passo gradativamente.
•   Não tem como frizar a importância da Energia nesse caça, se mergulhar num alvo, mas não conseguir o tiro, suba novamente e prepare uma nova passada, não mude de direção drasticamente para tentar acertar.


Isso é tudo que consigo lembrar no momento, não sou nenhum expert no P-51, se alguém souber de mais alguma coisa.....


segue um video sobre o P-51


« Última modificação: Outubro 19, 2010, 05:13:55 pm por =FN=Espukmaier »


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard

Offline Delta3

  • Membro Jr.
  • **
  • Mensagens: 51
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #26 Online: Fevereiro 12, 2009, 04:41:42 pm »
=FN=Montoro seu trabalho de pesquisa e tradução de cada testo está sendo de grande importância para todos que visitam o fórum.

Estou acompanhando tudo que vc colocou nesse tópico, isso vem me ajudando bastante meu modo de voar.

Valew meu brother!!! Continua fazendo esse belo trabalho que tá ficando bonito.

=Cad=Delta3

Offline =FN=Cowboy

  • Moderator
  • Membro Pleno
  • *****
  • Mensagens: 236
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #27 Online: Fevereiro 13, 2009, 02:46:55 pm »
Excelente tópico! Leitura altamente recomendada... Sugiro aos administradores que o tópico seja pendurado!

Parabéns Montoro!


Offline Gegê

  • Novato
  • *
  • Mensagens: 47
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #28 Online: Fevereiro 14, 2009, 11:41:40 pm »
Pow, Montoro, na moral, esse tópico é um dos melhores na WEB, em língua portuguesa, sobre o tema. Parabéns e obrigado!!

Grande abraço,

GGA.

Offline =FN=Montoro

  • Pilotos
  • Membro Sr.
  • *****
  • Mensagens: 262
  • MEN OF MAYHEM
    • Ver Perfil
Re: Como pilotar os diferentes avioes do IL-2
« Resposta #29 Online: Fevereiro 17, 2009, 11:42:36 pm »
 ^_^  ^_^  ^_^  ^_^

Galera, obrigado pelo incentivo, vlw....



FLY HIGH


IT`S BETTER TO BURN OUT THAN TO FADE AWAY!!!
Def Leppard